Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2163
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorPinel, Hiran-
dc.date.accessioned2016-08-29T11:03:47Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T11:03:47Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/2163-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleAs políticas quantificadoras da educação e as "novas" formas de exclusão : os "inclassificáveis".por
dc.typedoctorThesiseng
dc.subject.udc37-
dc.subject.br-rjbnFracasso escolarpor
dc.subject.br-rjbnPsicologia educacionalpor
dc.subject.br-rjbnEnsino fundamentalpor
dc.subject.br-rjbnEducação e Estadopor
dcterms.abstractVários documentos oficiais dos governos federal, estadual e municipal da atualidade insistem em apresentar dados sobre a educação brasileira que demonstram avanços na qualidade da educação ofertada pelas escolas públicas de ensino fundamental. Entretanto, inúmeros estudos demonstram que apesar de mais de 90% das crianças brasileiras em idade escolar estarem incluídas no ensino fundamental, a precariedade dessas escolas não lhes permite nem mesmo a aprendizagem da leitura e da escrita. Buscando conhecer o cotidiano dessas escolas, esse estudo teve como objetivo compreender como se configura hoje o fracasso escolar em uma escola pública de ensino fundamental do município de Vitória-ES, submetida à política quantificadora de avaliação das escolas e suas consequências sobre um aluno e sua família. Escolhi como local da pesquisa uma escola de ensino fundamental de Vitória que obteve em 2009/2010 um dos resultados mais baixos no IDEB do município e por meio de um estudo de caso etnográfico de inspiração fenomenológica acompanhei durante todo o ano letivo de 2011 o cotidiano de uma sala de aula de 8ª série/9º ano e de um aluno com baixo índice de rendimento escolar. Com esse estudo busquei respostas para as seguintes questões: como se configura hoje o fracasso escolar nas escolas públicas brasileiras? Quais são as políticas atuais destinadas aos alunos com baixo índice de rendimento escolar nessas escolas? Quais são as estratégias utilizadas pela escola para que seus índices de rendimento aumentem? Como esses alunos participam de um processo de escolarização que lhes impõe a impossibilidade de aprendizagem? Qual a relação estabelecida entre a escola e a família desses alunos? Os resultados obtidos foram apresentados por meio de uma descrição densa do estudo de caso e a análise final foi desenvolvida a partir de quatro categorias temáticas: 1) A individualização e o descompromisso na escola PAC: os inclassificáveis; 2) O desvalor do professor; 3) O não aprender como decorrência do não ensinar; 4) A família de Wellington e a escola PAC: das representações da escola ao cotidiano vivido sobre páginas em branco.por
dcterms.abstractSeveral official documents issued by the Brazilian federal, state and municipal governments nowadays insist on presenting data about the Brazilian education that show advances in the quality of elementary public schools. However, a number of studies show that even though more than 90% of Brazilian children at school age are included in elementary education, the precariousness of these schools does not even allow these children to learn how to read and write. In order to learn about the routines of these schools, this study aims at understanding how “school failure” is configured in a public elementary school in the City of Vitória, ES, Brazil, which is subject to a quantitative school assessment policy and its consequences to students and families. I chose to investigate an elementary school in Vitória that received one of the lowest scores for municipal IDEB (Brazilian Basic Education Development Index) in 2009/2010. Through an ethnographic and phenomenological case study, I monitored a whole school year of an 8th grade/9th year classroom and, particularly, one student considered to have “low index of school performance”. In this study a searched for answers to the following questions: How is school failure configured in Brazilian public schools today? Which current policies focus on "students with low performance" in these schools? Which strategies are used by schools so that their students’ performance indices increase? How can these students participate in an educational process that prevents them from learning? What is the relationship between the school and these students' families? The results obtained were presented through a consistent description of the case study and the final analysis was developed from four themes: 1) Individualization and no commitment at PAC school: the uncategorizable ones; 2) devaluation of teachers; 3) not learning as a result of not teaching; 4) Wellington’s Family and the PAC school: from school representation to routine experienced.eng
dcterms.creatorBassani, Elizabete-
dcterms.formatText-
dcterms.issued2013-03-28-
dcterms.languagepor-
dcterms.subjectIDEBpor
dcterms.subjectPolíticas de avaliaçãopor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Educaçãopor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqEducação-
dc.publisher.courseDoutorado em Educaçãopor
dc.contributor.refereeCarrara, Virgínia Alves-
dc.contributor.refereeMettrau, Marsyl Bulkkol-
dc.contributor.refereeMargotto, Lilian Rose-
dc.contributor.refereeJesus, Denise Meyrelles de-
dc.contributor.advisor-coMandelbaum, Belinda Piltcher Haber-
Aparece nas coleções:PPGE - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_6721_Tese - Elizabete Bassani.pdf784.7 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.