Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2165
Título: A escrita para o outro no processo de alfabetização
Autor(es): Costa, Dania Monteiro Vieira
Orientador: Gontijo, Cláudia Maria Mendes
Data do documento: 30-Abr-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: COSTA, D. M. V., A escrita para o outro no processo de alfabetização.
Resumo: Este trabalho integra estudos desenvolvidos no campo da linguagem, numa abordagem enunciativo-discursiva, pela linha de pesquisa Educação e Linguagens, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Espírito Santo. Trata de um estudo de caso que tem por objetivo discutir a seguinte tese: no processo inicial da alfabetização, as crianças escrevem textos para dialogar com o outro. Foi realizado numa instituição de Ensino Fundamental do Sistema Municipal de Vila Velha/ES. Fundamenta-se na abordagem bakhtiniana de linguagem, particularmente na noção de enunciado discutida por Bakhtin e nas contribuições de Vigotski sobre a relação entre desenvolvimento e aprendizagem, postulando que a aprendizagem da linguagem escrita não se assenta sobre processos que devem estar maduros na criança, pois é no decorrer dessa aprendizagem que esses processos se constituem. Compreende que o domínio das habilidades de ler e escrever não é requisito para a produção de textos, mas é por meio da produção de textos que as crianças se apropriam da linguagem escrita na sua totalidade: como forma e como discurso. Analisa os textos produzidos pelas crianças, na escola, a partir dos interlocutores escolhidos por elas, constituindo as seguintes categorias: na primeira, denominada A escrita para o outro: a emergência de um interlocutor, analisa um evento no qual ocorre um diálogo com as crianças sobre a possibilidade de escrever para um personagem dos contos de fadas; na segunda, intitulada A escrita para o outro: o diálogo com a família, faz análise de eventos nos quais as crianças escreveram para parentes (mãe, pai, avós, tios, primos e outros); na terceira e última categoria, A escrita para o outro: o diálogo com os colegas, discute os textos produzidos para seus colegas. Conclui que as crianças, ao escreverem para se comunicar com o outro, realizam seus projetos discursivos por meio da escrita de enunciados carregados de suas histórias de vida, seus conflitos, afetos e desejos. Nesse contexto, as crianças também dialogam a respeito de suas ideias sobre o sistema de escrita, realizando, assim, uma reflexão sobre os aspectos discursivos e linguísticos da linguagem escrita
The paper integrates studies developed in the language area, in an enunciative-discursive approach, though the Education and Languages research line of the Post-Graduation Education Program of the Federal University in the State of Espírito Santo. It is about a study-case that aims at discussing the following thesis: in the beginning process of literacy, the children write texts in order to dialogue among each other. It was held in an Elementary School institution in the district of Vila Velha/ES. The work is based on the bakhtinian language approach, mainly on the instruction idea discussed by Bakhtin and on Vigotski contributions regarding the relation between development and learning, postulating that learning the written language cannot be laid on the processes that must be mature in the children, because those processes are constituted during that learning. The study sees that the domination of the skills to read and write is not a requirement for the production of texts, however, it is through the production of texts that the children appropriate the written language fully: as in form and discourse. It analyzes the texts produced by children, at school, from the interlocutors chosen by them, constituting the following categories: in the first one, named Writing for the others: the emergency of an interlocutor, the work analyzes an event, which there is a dialogue with the children about the possibility to write for a fairy tale character; in the second one, titled Writing for the others: the dialogue with family, it analyzes events, which the children wrote for their relatives (mother, father, uncles, aunts, cousins and others); in the third and last category, Writing for the others: the dialogue with friends, it is discussed the texts produced for their mates. The paper concludes that the children when writing with communication purposes make their discursive projects by writing instructions full of their own life stories, their conflicts, affections and wishes. In this context, the children also dialogue about their ideas concerning the writing system, thus reflecting on the discursive and linguistic aspects of the written language
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2165
Aparece nas coleções:PPGE - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_6744_DANIA MONTEIRO VIEIRA COSTA.pdf5.51 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.