Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2264
Título: As práticas de alfabetização de duas turmas de primeiro ano do ensino fundamental
Autor(es): Souza, Eliane Cristina Freitas de
Orientador: Gontijo, Cláudia Maria Mendes
Palavras-chave: Literacy
Practice
Reading
Writing
Data do documento: 26-Out-2010
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Esta dissertação de Mestrado faz parte de um conjunto de produções acadêmicas desenvolvidas no campo da linguagem, a partir de uma abordagem histórico-cultural, na linha de pesquisa Educação e Linguagens da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Trata de um estudo de caso que tem por objetivo investigar as dimensões do conceito de alfabetização privilegiadas nas práticas de alfabetização de duas turmas de primeiro ano, do Sistema Público Municipal de Ensino de Aracruz, ES. Parte do pressuposto de que a alfabetização é um processo dialógico, o qual visa inserir a criança no mundo da linguagem escrita, por meio de práticas de leitura, produção de textos orais e escritos e o ensino planejado e sistemático dos conhec imentos sobre o sistema de escrita da língua portuguesa, incluindo as relações sons e letras e letras e sons. A partir de dados coletados mediante observação participante em salas de aula, entrevistas com sujeitos, gravações em audiovisual e fotografias, analisa eventos nos quais acontecem o ensino da leitura e de escrita em turmas de primeiro ano. Para análise desses eventos, toma por base a perspectiva bakthiniana de linguagem, os estudos de Cagliari e o conceito de alfabetização defendido por Gontijo. Constata que as práticas alfabetizadoras investigadas privilegiam o ensino das unidades mínimas da língua, com ênfase na noção de sílaba. Desse modo, a leitura e a produção de textos são utilizados como pretexto para ensinar a ler e a escrever em sentido restrito.
This paper is part of a group of academic works developed in the field of languages, considering the historical-cultural approach, in the area of Education and Languages of the Federal University of Espírito Santo (UFES). It is about a case study which is aimed at investigating the dimensions of the literacy concept privileged in the literacy practices in two first year groups of the Public Municipal Teaching System of Aracruz/ES. Literacy is seen as a dialogical process, which aims at inserting the child in the world of written language, through reading practices, production of written and spoken texts and planned and systematized knowledge teaching of the written system of the Portuguese language, including the relations between sounds and letters and letters and sounds. Based on the collection of data through participative classroom observation, interviews, audio recordings and photographs, events in which the teaching of reading happen in first year groups were analyzed. For the analyses of these events, the bakhtiniana‟s perspective of languages, Cagliari‟s studies and the literacy concept by Gontijo were used. The literacy practices observed privilege the teaching of small units of the language, emphasizing the syllable notion. Due to this, reading and writing are simply used to teach students to read and write in a restricted way.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2264
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_4516_ELIANE CRISTINA FREITAS DE SOUZA.pdf5.83 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.