Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2265
Título: Educação ambiental e educação do campo na produção de novas racionalidades : diante da cultura globalizada
Autor(es): Ferreira, Sebastião
Orientador: Ferreira, Martha Tristão
Data do documento: 2-Jun-2010
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este trabalho, que buscou compreender o fenômeno socioambiental – a Educação Ambiental desenvolvida pela Escola Família Agrícola de Jaguaré, Jaguaré-ES, – teve como objetivo pesquisar a articulação da Educação Ambiental com a Educação do Campo na produção de novas racionalidades. As experiências socioambientais e os espaços-tempos pedagógicos com práticas comunitárias ambientais constituem uma comunidade aprendente, num movimento de pertencimento nos saberes e fazeres. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, com influência fenomenológica e hermenêutica, que procura compreender e interpretar os fenômenos que se mostram por si mesmos – nas experiências relatadas e vivenciadas – apoiando-se na complexidade e na transdisciplinaridade. Os dados pesquisados foram produzidos a partir de roteiros de entrevistas semiestruturadas com monitor/as, estudantes e famílias camponesas, com registros de fotografias e gravação de áudio; e de vivência no ambiente comunitário, com registro de fotografias e diário de campo. A partir da compreensão e interpretação da realidade pesquisada, percebe que a escola realiza um trabalho de formação dos/com os/as estudantes e suas famílias, seguindo seu plano de formação com toda orientação voltada à agroecologia. Dentro da realidade socioambiental familiar e comunitária, as mudanças se manifestam de forma tímida, os/as estudantes e suas famílias têm compreensão dos problemas que a racionalidade imediatista e economicista provoca ao meio ambiente, bem como suas consequências socioambientais. Constata ainda que a visão urbanocêntrica, fruto do paradigma hegemônico da ciência moderna, paira nesses espaços e interfere nas organizações sociais familiares e comunitárias; ao mesmo tempo, percebe a necessidade de assumir a formação, reconhecer a experiência e romper com o paradigma hegemônico da ciência moderna .
This piece of work aimed to comprehend the socio-environmental phenomena – the Environmental Education developed by the Agricultural Family’s School from Jaguaré, Jaguaré-ES – had as its purpose to search the Environmental Education’s articulation with the Country’s Education in the production of new rationalities. The socio-environmental experiences and the space-time teaching with community environmental practices, turns out to be consisted in a learning community, in a movement of belonging in the knowledge and doings. It is a qualitative research, with a phenomenological and hermeneutic influence as it is aimed to comprehend and interpret the phenomena which show by themselves – in the reported and lived experiences – relying on the complexity and transdisciplinarity. The surveyed data were derived from semi-structured interviews with monitors, students and peasant families, with records of photographs and audio recording; and from a living experience in the community environment, with a record of photographs and Field Journal. From the understanding and interpretation of reality studied, it is noticed that the School holds a training work with the students and their families, following its Training Plan, with all orientation focused on agro ecology. Within the family and community socio-environmental reality, the changes are manifested in a shy way, the students and their families have the understanding of the problems that the economist and immediate rationality causes to the environment, as well as social and environmental consequences. It is also noted that the urban and selfish vision, which is due to the hegemonic paradigm of modern science, hovers in these spaces and interferes in family and community social organizations, at the same time realize the need to take the training, recognize the experience and break with the hegemonic paradigm of modern science
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2265
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_4532_Sebastiao_Ferreira.pdf2.78 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.