Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2277
Título: Dialogando com o desenho: interações no processo de construção imagética da criança no 5º ano do ensino fundamental.
Autor(es): Nacari, Déborah Provetti Scardini
Orientador: Cola, César Pereira
Palavras-chave: Interações
Grafismo infantil
Construção do conhecimento
Data do documento: 4-Ago-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Na abordagem histórico-cultural, o desenho apresenta-se de modo compartilhado e complexo, sob diversas relações com o outro e com os signos imersos na cultura. Isto é, algo constituído pelas interações sociais e que pode alterar a estrutura das funções psicológicas, pois como signo socializado, propicia a internalização das funções desenvolvidas socialmente. Desse modo, o desenho traz em si significados e sentidos estabelecidos historicamente, revelando as experiências compartilhadas e os modos do sujeito pensar e perceber o mundo. Essas reflexões deram formato ao problema central desta pesquisa: quais interações pode-se detectar na (re)construção imagética da criança do 5º ano do Ensino Fundamental? Sob esse prisma, este trabalho trata das interações no processo de produção do desenho das crianças em um contexto de ensino-aprendizagem, tendo por objetivos: analisar, por meio do desenho, as vivências e os conteúdos internalizados ao longo da construção do conhecimento da criança (em especial, sobre a cidade de Vitória/ES) até o 5º ano do Ensino Fundamental; comparar os desenhos das crianças que vivem realidades distintas na cidade de Vitória (ES): formas, cores, signos; propor situações de aprendizagem que favoreçam a (re)significação gráfica dos alunos. Para sua efetivação, optou-se pela construção metodológica respaldada na pesquisa de natureza qualitativa, sendo o estudo de caso comparativo o viés mais adequado aos nossos propósitos, por proporcionar partilha e confronto de ideias, possibilitando uma construção conjunta de conhecimento. Por essa linha investigativa, a pesquisadora e as crianças envolvidas, convertem-se em co-autoras do contexto estudado. Como lócus da pesquisa, foram escolhidas duas turmas de 5º ano do Ensino Fundamental: uma turma com 29 alunos, da Escola Municipal José Lemos de Miranda (Vitória/ES Brasil), cuja seleção levou em conta o fato de essa escola estar inserida no bairro São Pedro, periferia da cidade de Vitória; uma outra turma, com 32 alunos, do Colégio Sagrado Coração de Maria (Sacrè-Couer de Marie, Vitória/ES - Brasil), escola selecionada também pela sua localização, Praia do Canto, quer seja, um bairro nobre e tradicional da nossa capital. No percurso das investigações, percebeu-se que a criança formula significados sobre o objeto visto e imaginado, imprimindo linhas e formas que se sobrepõem aos aspectos fisiológicos da percepção visual, contando ainda com a ajuda da linguagem verbal. Isto é, o desenho revela uma realidade conceituada, enriquecida por uma percepção verbalizada, em que não é apenas a figura em si que define a visão captada da imagem, mas os significados estabelecidos pelo autor, ou observador que a torna perceptível e identificada. E, além disso, o desenho também revela a necessidade de entrelaçar emoção, sentidos e cognição por meio de interações que fomentam experiências de figuração, cujo processo concorre para a (re)construção imagética dos aprendizes.
In the historical-cultural perspective, the drawing is processed by means of a shared and complex way, under some diverse relations with the other and with the immersed signs of the culture. That is, something constituted by the social interactions and that can modify the structure of the psychological functions, therefore as socialized sign, propitiates the incorporation of the functions socially. In this way, the figuration carrier sensitive and established meanings historically, showing the shared experiences and the ways of the subject to think and perceive the world. Such reflections gave shape to the main problem of this research: which interactions can be detected in the (re) construction of the children‟s imaginary of 5th year of elementary school? Under such perspective, this work deals with the interactions in the production process of the drawing of children context of teach-learning of the elementary school having as goal: anal to analysis, through design, experiences and content internalized over the construction of child‟s knowledge (in special the city of Vitória-ES/Brazil) to 5th year of elementary school, to compare the drawings of children who live different realities in Vitória-ES/Brazil: shapes, colors, signs. For its accomplishment, it was opted for the construction process based in the qualitative investigation by the fact to propitiate negotiations, sharing and confrontation of the ideas, becoming possible a joint construction of the knowledge. For this research, the researcher and the involved children, become themselves into co-authors of the context studied. As locus of the research, it was chosen two classes of 5th year of elementary school. One of then, with 29 students, from Municipal School José Lemos de Miranda (São Pedro, in Vitória, ES-Brazil). This school was chosen because it is inserted in a poor place, in 26 Vitória-ES/Brazil; and the other school, with 32 students, of Sagrado Coração de Maria School (Praia do Canto, in Vitória-ES/Brazil), was chosen because it is inserted in a middle-class of neighborhood. In the process of research, it was perceived that the children with the support of the verbal language formulates meanings on the seen and imagined object, printing lines and forms that if overlap to the physiological aspects of the visual perception. That is, the drawing discloses a reality appraised, enriched for the picked up vision of the image, but the meanings established for the author, or observer who becomes it perceivable and identified. In the systemizing situations, it was observed that the teaching-learning process of drawing, implies a co-construction between teachers and learners. And, moreover, the necessity to interlace emotion and cognition that foment drawing experiences, whose process concurs for the imaginative reconstruct of the apprentices.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2277
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_5134_DEBORAH PROVETTI SCARDINI NACARI.pdf3.16 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.