Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2335
Título: A implementação do curso técnico em alimentos do PROEJA no Ifes Campus itapina-ES
Autor(es): CANHAMAQUE, H. A.
Orientador: OLIVEIRA, E. C.
Palavras-chave: Formação Profissional
Ifes Campus Itapina
Data do documento: 28-Set-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: CANHAMAQUE, H. A., A implementação do curso técnico em alimentos do PROEJA no Ifes Campus itapina-ES
Resumo: Este trabalho integra os estudos realizados pelo Grupo de Pesquisa Proeja/Capes/Setec/ES e teve como objetivo analisar a implementação do curso Técnico em Alimentos do Proeja no Ifes Campus Itapina. Como um estudo de caso, de natureza qualitativa, buscou levantar as razões que levaram a instituição a optar pela oferta do curso, tendo em vista que a pesquisa realizada no entorno da escola indicava a preferência dos moradores por curso(s) ligado(s) à Agricultura. Foram utilizados como instrumentos para o levantamento de dados, no trabalho de campo, a escuta dos sujeitos através da realização de entrevistas semi-estruturadas e questionários, bem como a análise documental para cotejar o conteúdo da proposta do Projeto de Curso. Participaram da pesquisa 44 sujeitos. Desses, 40 alunos responderam ao um questionário. Além disso, foram entrevistados, 10 alunos, 2 alunas egressas e 2 gestoras da instituição. A abordagem teórica buscou discutir os desafios da Educação Profissional integrada à Educação Básica de jovens e adultos na perspectiva da Educação do Campo, tendo como referência estudiosos do campo trabalho e educação e da educação do campo, em especial: Caldart, Saviani, Frigotto, Ciavatta, Ramos e Antunes. Dentre os resultados, podemos ressaltar que a oferta do curso foi efetivada para atender a obrigatoriedade do Decreto nº. 5840/2006 e constitui uma oferta inédita nesse Campus. A análise da proposta indica uma tentativa de integração na organização dos conteúdos curriculares o que desafia ação pedagógica no acompanhamento do movimento de integração no chão da escola. Os sujeitos trabalhadores/estudantes afirmam a importância do curso em sua formação destacando os conteúdos da formação profissional como os mais importantes. Apresentam preocupações quanto à sua inserção profissional, uma vez que não há uma substancial demanda de trabalho que absorva os egressos. A escuta dos alunos permitiu ainda reafirmar várias marcas sociais e culturais, com destaque para a maciça presença de mulheres e a descontinuidade dos estudos em função de suas trajetórias de vida. Permanece para a instituição o desafio da consolidação e diversificação da oferta para responder às demandas de formação profissional já levantadas, que exigem do poder público o dever de ofertar, com qualidade, a educação profissional para jovens e adultos.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2335
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_6261_HELTON ANDRADE CANHAMAQUE.pdf2.53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.