Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2350
Título: Educação do Campo: um estudo sobre cultura e currículo na escola municipal de ensino fundamental Crubixá - Alfredo Chaves - Espírito Santo
Autor(es): KLEIN, S. F.
Orientador: FOERSTE, E.
Palavras-chave: Cultura
Currículo
Formação de Educadores
Educação do Campo
Data do documento: 3-Jun-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: KLEIN, S. F., Educação do Campo: um estudo sobre cultura e currículo na escola municipal de ensino fundamental Crubixá - Alfredo Chaves - Espírito Santo
Resumo: O estudo, vinculado à Linha de Pesquisa Cultura, Currículo e Formação de Educadores, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Espírito Santo, e ao Grupo de Pesquisa Culturas, Parcerias e Educação do Campo, investiga como os saberes e culturas campesinas contribuem para a constituição do currículo da Escola Municipal de Ensino Fundamental Crubixá do município de Alfredo Chaves Espírito Santo. O estudo tem como objetivo geral conhecer como se configuram os saberes e culturas campesinas no currículo da escola. E especificamente analisa o currículo praticado e sua relação com a cultura não escolar. Discute os saberes e culturas da comunidade em interface com o currículo. A pesquisa de cunho qualitativo, com contribuições do estudo de caso, favoreceu a produção de práticas dialógicas com os sujeitos da pesquisa, com levantamento de dados a partir de diversas fontes, as quais incluem a análise documental, a observação do ambiente escolar e da práxis pedagógica do professor em sala de aula, entrevistas com os alunos, profissionais da escola e comunidade local. Recorre ao referencial teórico de Eagleton (2011), Foerste (2004), Forquin (1993), Freire (2011), Geertz (1989), Sacristán (2000), Williams (2011) entre outros para construir as bases de reflexão da Educação do Campo, da cultura, do currículo e trabalho colaborativo interinstitucional. A pesquisa demonstra que a contribuição dos saberes e culturas campesinas para a práxis pedagógica escolar se constitui em um processo permanente articulado na/da prática docente em interação com os sujeitos na escola e na comunidade. Coloca em análise a existência de duas frentes de trabalho pedagógico: a primeira, cotidianamente estabelece a ponte entre os saberes e culturas campesinas no currículo praticado e a segunda frente, se dá esporadicamente no contexto das aulas. Pode-se afirmar que essa situação vincula-se à formação continuada dos professores, conforme dados analisados no processo de investigação. Diante dessa realidade, percebe a necessidade de formação continuada para os professores que atuam na escola do campo com vista ao incremento de pesquisas e práticas colaborativas em contextos sociais onde se constitui a Educação do Campo como práxis do diálogo.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2350
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_6510_SONIA FRANCISCO KLEIN.pdf2.77 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.