Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2355
Título: As políticas de inclusão no âmbito da educação profissional e tecnológica: o caso do Instituto Federal do Espírito Santo.
Autor(es): ZAMPROGNO, M. B.
Orientador: BARRETO, M. A. S. C.
Palavras-chave: Políticas de inclusão
Educação inclusiva
Data do documento: 25-Mar-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ZAMPROGNO, M. B., As políticas de inclusão no âmbito da educação profissional e tecnológica: o caso do Instituto Federal do Espírito Santo.
Resumo: Apresenta a análise de um estudo de caso de abordagem qualitativa ancorado na linha de pesquisa Diversidade e práticas educacionais inclusivas, que investiga como têm sido delineadas as políticas de inclusão no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes). Como universo teórico, inspira-se em Freire e na contribuição da produção acadêmica nas áreas de inclusão e educação profissional para, com base na perspectiva inclusiva de educação, discutir a importância desse processo no âmbito dessa modalidade de ensino, tendo como fundamento a questão do direito à educação. Envolve os dezessete campi implantados no Espírito Santo e a reitoria do Ifes, com o intuito de apreender, nos seus documentos oficiais e no discurso de seus gestores, como a inclusão é pensada na Instituição, bem como de identificar os movimentos de desdobramento desse procedimento nesses espaços que possam remeter à concepção da educação inclusiva. A orientação teórico-metodológica delineia-se pelo paradigma indiciário proposto por Ginzburg e envolve as seguintes ações: visitas aos campi, revisão bibliográfica, aplicação de questionários e de entrevistas e análise documental. Nessa investigação, encontra indícios que conduzem ao levantamento de eixos temáticos, a saber: a inclusão das pessoas com deficiência, a inclusão social, a inclusão de jovens e adultos, a inclusão pela via da EaD, a inclusão referente às questões de etnia, gênero, cultura e religião, e os desafios dos campi pensando numa educação para todos. Constata a existência de algumas políticas, ações e movimentos no sentido da inclusão na Instituição, mas também de algumas dificuldades para efetivá-los. Constata também a necessidade de a Instituição envidar seus esforços na implantação de políticas mais estruturadas pensando na educação para todos.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2355
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_6670_MARISANGE BLANK ZAMPROGNO.pdf2.33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.