Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2357
Título: O ensino da leitura e práticas de formação de leitores na escola primária de Santa Teresa(ES) na década de 1960.
Autor(es): VAGO, E. A. L.
Orientador: SCHWARTZ, C. M.
Palavras-chave: Ensino primário
Educação
Santa Teresa (ES)
Data do documento: 25-Abr-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: VAGO, E. A. L., O ensino da leitura e práticas de formação de leitores na escola primária de Santa Teresa(ES) na década de 1960.
Resumo: Esta pesquisa de Mestrado teve por objetivo investigar o ensino da leitura e práticas de formação de leitores na escola primária de Santa Teresa (ES), na década de 1960. Trata-se de uma pesquisa histórica que se utilizou de fontes documentais variadas e seguiu princípios teórico-metodológicos da História Cultural. Elegemos fontes documentais como atas de reuniões pedagógicas, atas de sessões da Câmara Municipal, correspondências oficiais, legislações, relatórios de governo, mensagens, livros escolares, materiais de orientações para a escola (Federal e Estadual), provas e cadernos de alunos, dentre outros materiais produzidos por diferentes agentes como legisladores e profissionais da escola primária teresense. Para a leitura e a análise do corpus documental dialogamos com categorias/conceitos como: representação, prática, apropriação, táticas e estratégias tomados a partir da concepção de autores como Michel de Certeau e Roger Chartier. A análise das fontes empreendida ao longo do processo da escrita desse trabalho possibilitou inferir que circularam no município de Santa Teresa (ES), na década de 1960, materiais e métodos que puseram em voga o método global, considerado como mais adequado pelos agentes responsáveis pela política educacional para o ensino da leitura naquele espaço/tempo. Em contrapartida, ao abordarmos as apropriações que foram feitas desses materiais e métodos nas práticas educativas da escola primária teresense, percebemos o uso de materiais e métodos que se opunham ao prescrito pelo oficial, fazendo valer a permanência do ensino da leitura pelos métodos tradicionais, mantendo tensões entre o prescrito e o praticado. Desse modo, percebemos que outras maneiras de ensinar a leitura, bem como a escrita, resistiram e ganharam vida autônoma na rotina dos professores em escolas primárias teresenses. No que se refere ao perfil do leitor que essas práticas escolares permitiram formar, percebemos uma inclinação da escola primária teresense para o ensino da leitura fundamentada nos livros escolares, cuja formação era voltada para os valores morais e cívicos, capaz de formar o cidadão com um caráter nacional inculcado de bons hábitos compatíveis com a vida social refletida naquele momento da história.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2357
Aparece nas coleções:PPGE - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_6678_ELIETE APARECIDA LOCATELLI VAGO.pdf6.1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.