Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2607
Título: A gente não quer só comida : políticas públicas para a juventude no Espírito Santo
Autor(es): Valadão, Camila Costa
Orientador: Siqueira, Marcia Smarzaro
Data do documento: 11-Set-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O presente estudo tem por objetivo mapear e caracterizar as iniciativas no âmbito do Estado destinadas especificamente para a juventude, ou seja, aqueles e aquelas entre 15 e 29 anos. Para tanto, apresentamos os diversos conceitos, concepções e discursos em torno da juventude e contextualizamos a conjuntura atual marcada pela crise do capital e seus rebatimentos para os jovens, a partir da compreensão das crises como resultantes da dinâmica contraditória do modo de produção capitalista. Refletimos acerca da contra reforma do Estado Brasileiro e a focalização/seletividade, privatização e descentralização das políticas sociais, a partir da implementação do projeto neoliberal no país. Resgatamos a trajetória das políticas de juventude no Brasil, marcada pelos problemas dos jovens na sociedade e os desafios de como lhes facilitar seus processos de transição e integração ao mundo adulto. Reconstruímos ainda a trajetória das políticas no Estado, além de mapear e caracterizar as ações existentes. Por fim, ouvimos a percepção dos jovens sobre as PPJs e constatamos que, de maneira geral, os jovens no Espírito Santo são abrangidos por políticas destinadas a todas as faixas etárias, com poucas ações, portanto, específicas para este segmento.
The present study aims to map and characterize the initiatives under the State designed specifically for youth, i.e., those men and women between 15 and 29 years. Therefore, we present the variety concepts, conceptions and discourses around youth and contextualize the current situation marked by the capital’s crisis and its repercussions for the young people, based on comprehension of the crisis as resulting from the contradictory dynamics of the capitalist production’s mode. We reflect on the counter-reform of the Brazilian State and the focus / selectivity, privatization and decentralization of social policies, from the implementation of the neoliberal project in the country. Saved the trajectory of youth policies in Brazil, marked by problems of young people in the society and challenges as they facilitate their process of transition and integration into the adult world. We were reconstructed the trajectory of policies in the State and map and characterize the existing actions. Finally, we hear the perceptions of young people about PPJ and found that, in general, young people in the Espírito Santo are covered by policies aimed at all age groups, with a little actions, that are specific to this segment.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2607
Aparece nas coleções:PPGPS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_6866_Camila Costa Valadão.pdf1.39 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.