Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2608
Título: Os migrantes cortadores de cana do Vale do Jequitinhonha : entre a superexploração e a resistência.
Autor(es): Ramalho, Claudilene da Costa
Orientador: Moreira, Renata Couto
Palavras-chave: Agronegócio canavieiro
Superexploração do trabalho
Migrantes temporários
Data do documento: 26-Jun-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O presente objeto, desta dissertação, é a superexploração dos trabalhadores rurais, do Vale do Jequitinhonha, no período em que estão migrando para o corte de cana. Nas últimas décadas, no Brasil, o agronegócio vem prevalecendo como modelo de desenvolvimento da agricultura, focado na produção de comoditties agrícolas para exportação, pautado na superexploração da força de trabalho e dos recursos naturais. Neste contexto, um dos setores brasileiros que mais se expandiu foi o sucroalcooleiro, inserindo o Brasil, mundialmente, como um dos maiores exportadores de açúcar e de agrocombustíveis. Propagando um discurso de produção de combustível limpo e renovável, o agronegócio canavieiro possui os menores custos na produção de açúcar e álcool do mundo. Porém, é importante destacar que a energia limpa e renovável ocultam os pesados custos sociais, principalmente as condições de trabalho que cortadores de cana são submetidos no eito dos canaviais. Para tanto, reproduz, com forte presença do Estado e capital estrangeiro, a posição de país dependente na Divisão Internacional do Trabalho. Nesse sentido, parte-se da hipótese que, com o avanço da expansão e modernização no setor, vem intensificando, a violação de direitos, degradação, adoecimento e morte dos cortadores de cana, em sua maioria, migrantes. Desta forma, o objetivo desta pesquisa é apreender e refletir a superexploração dos trabalhadores rurais do Vale do Jequitinhonha, que migram temporariamente para o corte de cana, sob a égide do aprofundamento da dependência. Por meio de uma ampla análise de dados e informações coletadas em pesquisa bibliográfica documental (relatórios, fotografias, atas de audiência, dentre outras), procurou-se apreender contradições presentes no agronegócio canavieiro. Levou-se em conta o contexto de reprimarização da economia e aprofundamento da superexploração da força de trabalho. Buscou-se também investigar, por sua vez, como os trabalhadores, cortadores de cana, vêm criando formas de resistência, sendo a greve de Guaranésia um exemplo apresentado. Assim, evidencia-se por um lado, o aprofundamento da expropriação de suas condições de reprodução e a superexploração da força de trabalho, criando uma massa de trabalhadores do Vale do Jequitinhonha, que migram temporariamente para trabalhar como cortadores de cana. Por outro lado, em um contexto de crise do capital e de aprofundamento da dependência, é a existência dessa massa de trabalhadores migrantes, que possibilita a expansão canavieira e recoloca o agronegócio sucroalcooleiro em destaque, na pauta de exportação. Desta forma, conclui-se que, na atualidade, vem se acirrando a superexploração do trabalho dos cortadores de cana, principalmente dos migrantes, tanto no lugar de origem e quanto destino, sendo indispensável fortalecer e dar visibilidade aos mecanismos de luta e resistência desses trabalhadores.
Current subject of this dissertation is the overexploitation of rural workers from Jequitinhonha Valley, during the time they are migrating to the sugar cane cut. In the last decades in Brazil, the agribusiness has been prevailing as agricultural development model, with focus on the production of agricultural comodities to be exported, ruled on the overexploitation of work force and natural resourses. In this context, one of the brazilian sectors which has expanded the most was the sugaralcohol one, inserting Brazil in the world as one of the biggest sugar and agrifuel. Disseminating a speech of “clean and renewed” fuel production, the sugar cane agribusiness has the smallest costs on sugar and alcohol production in the world. However, it’s important to highlight that the “clean and renewed” hide the heavy social costs, mostly the the work conditions which sugar cane cutters are submitted on the sugar cane cropland. Therefore, It reproduces the position of a depent country on the International Work Division with a Strong presence of the government and foreign capital. In this sense, it was deduced that with the expansion advance and the sector modernization, the right violations, the degradation, the sickening and death of sugar cane cutters (mostly immigrants) have been intensifying. So, the objective of this research is to capture and reflect about the overexploitation of rural workers of Jequitinhonha Valley which temporarity migrate to cut sugar cane under the egideof dependence deepening. Through a wide analysis of data and information collected in documentar biographical research (reports, pictures, heaing minutes, among others), we tried to capture contradictions presente on sugar cane agribusiness. It was considered the context of the economy reinsoursing and deepening of work force over exploitation . I was also investigated how workers, sugar cane cutters, have been creating ways of resistence, having the Guaranésia strike as an example. Ono ne hande there’s evidence of the expropriation deepening of its reproduction conditions and the overexploitation of work force, creating a mass of Jequitinhonha Valley’s workers, which temporarily migrate to work as sugar cane cutters. On the other hand, in a crisis contexto of Capital dependence deepening, is the existence of these migrating workers mass, which enablesthe sugar cane expansion and put the agribusiness and sugaralcohol high on the export issue. This way, we can coclude that , nowadays, it’s been pushing up the over exploitation of sugar cane workers, mainly from migrants, from the place of origin and from destination , becoming indispensable strengthen and give visibility to the fighting and resistence mechanisms of these workers.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2608
Aparece nas coleções:PPGPS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_7823_Claudilene da Costa Ramalho.pdf6.02 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.