Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2619
Título: AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE P&D: UM ESTUDO DE CASO COMPARATIVO FAPES X FAPESP
Autor(es): Priscila de Freitas
Orientador: Pinto, M.M.
Data do documento: 24-Mai-2010
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: Priscila de Freitas , AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE P&D: UM ESTUDO DE CASO COMPARATIVO FAPES X FAPESP
Resumo: O objetivo geral do trabalho é apresentar uma análise comparativa das metodologias existentes para avaliação e seleção de projetos de pesquisa e desenvolvimento nas agências estaduais de fomento do estado do Espírito Santo FAPES e do estado de São Paulo - FAPESP. Para alcançar esse objetivo o trabalho foi dividido em três capítulos, a saber: (I) Referencial Teórico; (II) Metodologia de Pesquisa; e (III) Estudo de Caso: FAPES & FAPESP. O primeiro capítulo apresenta o referencial teórico analisando elementos referentes ao processo de inovação tecnológica e aspectos relativos às metodologias de avaliação de projetos em C&T. Para isso, o capítulo foi dividido em quatro seções. Na primeira seção é analisada a importância da inovação para o desenvolvimento econômico dos países e para o aumento da competitividade das empresas, buscando evidenciar a importância de novas tecnologias no ambiente econômico retratadas por autores clássicos, neoclássicos, schumpeterianos e neo-shumpeterianos. Na segunda seção diferencia-se o conceito de inovação utilizado por autores como Schumpeter, Dosi, Nelson e Winter e estuda-se o processo de difusão tecnológica. Na terceira seção são discutidos os modelos de geração de inovações tecnológicas, a importância da aprendizagem e do conhecimento no processo de inovação, bem como as incertezas relacionadas a investimentos em inovações. Por fim, na última seção, são analisadas metodologias de avaliação de projetos em C&T. No segundo capítulo descreve-se a metodologia de pesquisa adotada enfatizando aspectos como a abrangência da pesquisa, procedimentos de coleta e análise de dados, considerações sobre as amostras e os estratos criados e as limitações da pesquisa. No terceiro e último capítulo trata-se dos casos analisados. Inicialmente são apresentadas as modalidades de amparo à C&T&I adotadas pela FAPES e pela FAPESP destacando as linhas utilizadas para fomentar ciência e as linhas utilizadas para fomentar inovação tecnológica. Em seguida, as metodologias de avaliação utilizadas ex ante pelas duas agências são descritas detalhando-se cada fase do processo decisório. Por fim, são discutidos os resultados alcançados com o trabalho.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2619
Aparece nas coleções:PPGECO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_4253_Priscila Alves de Freitas - Dissertação.pdf688.36 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.