Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2626
Título: Tempo, path dependence e instabilidade : as convergências entre Keynes e Sraffa
Autor(es): Mandarino, Gabriel Vieira
Orientador: Herscovici, Alain
Palavras-chave: path dependence
Data do documento: 1-Jun-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A dissertação analisa alguns tópicos convergentes nas teorias de Keynes e de Sraffa. Aborda a questão do tempo na teoria econômica e da path dependence na teoria neoclássica. Estuda o problema dos preços de produção e as condições para que eles funcionem como centros de gravidade. Através da Teoria Geral de Keynes, examina uma determinada forma de path dependence, aquela que diz respeito à influência das expectativas de curto prazo sobre as expectativas de longo prazo. Além disso, analisa como a teoria keynesiana trata dois temas específicos: um relacionado às flutuações endógenas da economia, e outro relacionado à instabilidade do processo econômico. Para tanto, utiliza, além da Teoria Geral, outros autores que trataram sobre o tema, como Harrod, Kregel e Setterfield. Por meio da teoria de Sraffa, mostra que não é possível formular um modelo com uma posição de equilíbrio de longo prazo. Tal fato resulta em instabilidade do processo econômico, em oposição à estabilidade gerada pelo modelo de crescimento de Solow. Por fim, trata sobre questões relacionadas à natureza do capital.
This dissertation analyses some congruent topics in the theories of Keynes and Sraffa. It studies the question of time in the economic theory and that related to the path dependence in the neoclassical economics. It also studies the problem related to the production prices and the conditions necessary for them to work as centers of gravity. Using the General Theory, it examines one kind of path dependence, related to the influence of the short run expectations upon the long run expectations. Moreover, it analyses how the post-keynesian theory treat questions related to the endogenous economic growth and the economic instability. For these purposes, it studies authors such as Harrod, Kregel and Setterfield. The dissertation also shows that is it not possible to formulate a model with an equilibrium position in the long run. That fact results in an unstable economic process, in opposition to the stability in the economic growth model of Solow. Finally, it studies questions related to the nature of capital.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2626
Aparece nas coleções:PPGECO - Dissertações de mestrado



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.