Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2653
Título: Assimetrias de informação, nova economia institucional e custos de transação : uma análise das convergências entre Stiglitz e Williamson
Autor(es): Melo, Elivânia Bezerra de
Orientador: Herscovici, Alain Pierre Claude Henri
Palavras-chave: Economia da Informação
Assimetrias da informação
Data do documento: 10-Jun-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este trabalho tem um duplo objetivo: primeiramente, após ter definido os principais elementos do Programa de Pesquisa Científica (PPC) Neoclássico, ele pretende ressaltar as incompatibilidades epistemológicas entre a Economia da Informação e este PPC neoclássico; tais incompatibilidades se traduzem pela construção de um PPC alternativo (STIGLITZ, 2000). Em um segundo momento, ressaltaremos as convergências entre a Economia da Informação e a Nova Economia Institucional, mais especificamente a Economia dos Custos de Transação, com o intuito de demonstrar e em que medida, esta convergência permite elaborar um programa alternativo. Buscou-se mostrar que o relaxamento da hipótese auxiliar de que a informação é perfeita, embora pudesse ser compatibilizado com o núcleo do programa, pelo menos na versão de Stigler (1961), se constituía num problema muito mais complexo, sendo incompatível com vários componentes do núcleo duro do PPC Neoclássico. Á partir de uma perspectiva teórica, a existência de assimetrias da informação implica na instabilidade do equilíbrio de mercado, fornece as condições propícias ao desenvolvimento dos comportamentos especulativos (HERSCOVICI, 2012) e justifica assim o papel ativo das diferentes instituições no funcionamento concreto dos diferentes mercados. Assim, tanto Economia da Informação, como a Nova Economia Institucional, apontam para os limites do sistema de preços como mecanismo regulador do mercado, e demonstram a necessidade das variáveis institucionais para reduzir a incerteza e “conter a instabilidade inerente ao jogo do mercado”. Ademais, pode-se destacar que enquanto a análise da Economia da Informação analisa as falhas de mercado associadas às assimetrias de informação, estudando analisando os impactos dessa no equilíbrio de no mercado, a NEI, no âmbito da Economia dos Custos de Transação, analisa os mecanismos pelos quais os problemas informacionais podem ser parcialmente superados, apontando para a construção de novos mecanismos, e instancias de negociação.
This work has a double goal: First, after defining the key elements of the Neoclassical program me of scientific research (PSR), it aims to highlight the epistemological incompatibilities between the Information Economy and this PPC neoclassical; such incompatibilities are reflected by the construction of a PSR alternative (STIGLITZ, 2000). In a second step, we will highlight the convergences between the Information Economy and New Institutional Economy (NIE), specifically the Transaction Cost Economy, in order to demonstrate and to what extent this convergence allows the development of an alternative program. We attempted to show that the relaxation of the auxiliary hypothesis that the information is perfect, although it could be made compatible with the core of the program, at least in the version of Stigler (1961), constituted a much more complex problem, being incompatible with various components hard core PSR Neoclassical. From a theoretical perspective, the existence of information asymmetries implies the instability of market equilibrium provides the conditions for the development of speculative behavior (HERSCOVICI, 2012) and thus justifies the active role of different institutions in the concrete functioning of different markets. Thus, both the Information Economy, as the New Institutional Economy, point to the limits of the price system as a regulatory mechanism of the market, and demonstrate the need for institutional variables to reduce uncertainty and "contain the inherent instability of the market game." Moreover, it may be noted that while the analysis of the Information Economy examines the market failures associated with information asymmetries, analyzing the impacts of this on the balance of the market, the NIE under the Transaction Cost Economy, examines the mechanisms by which information problems can be partially overcome, pointing to the construction of new mechanisms and instances of negotiation.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2653
Aparece nas coleções:PPGECO - Dissertações de mestrado



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.