Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2851
Título: Finanças comportamentais : um estudo sobre o perfil do investidor, o efeito aversão a extremos e o excesso de confiança nas decisões de investimento
Autor(es): Vieira, Thais Roberta Correa
Orientador: Carneiro, Teresa Cristina Janes
Palavras-chave: Finanças Pessoais
Aversão
Confiança
Processo Decisório.
Investidores (finanças)
Data do documento: 3-Jul-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A teoria econômica clássica assume que as pessoas tomam decisões por meio de processos racionais, particularmente no sentido de que são coerentes e consistentes. Contudo, muitos estudos experimentais apontam violações dessa premissa. Dois fatores que levam a essas violações são o Excesso de Confiança e a Aversão a Extremos, que consiste na preferência de escolhas intermediárias, evitando opções extremas. Esses fatores comumente induzem os investidores a tomar decisões que geram posterior frustração. A crise financeira internacional de 2008, na qual houve grande desvalorização de vários ativos, também evidenciou que muitas pessoas optaram por investimentos pouco condizentes com seu perfil de risco. Por isso, em 2010, a Associação Brasileira das Entidades do Mercado Financeiro e de Capitais (ANBIMA) determinou que as instituições que vendem fundos de investimentos devem fazer uma Avaliação do Perfil do Investidor (API) para que os investidores sejam orientados a fazer investimentos condizentes com o seu perfil. Esta pesquisa buscou verificar se a pontuação resultante da Avaliação do Perfil do Investidor e o seu Grau de Confiança nas decisões de investimentos tornam esses investidores mais suscetíveis ao efeito Aversão a Extremos. Para cumprir esse objetivo, foi aplicado um questionário a 112 alunos de graduação dos cursos de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas da Universidade Federal do Espírito Santo. Com base no referencial teórico, foram delineadas oito hipóteses. A primeira hipótese verifica se a Análise do Perfil do Investidor e o Grau de Confiança nas decisões de investimentos tornam as pessoas mais suscetíveis ao efeito Aversão a Extremos. As demais hipóteses identificam as relações entre o gênero, o Grau de Confiança, a API e as Decisões de Investimentos. Adicionalmente, foram verificadas quais características do Perfil do Investidor tornam os indivíduos mais propensos ao efeito Aversão a Extremos. A principal conclusão deste estudo reside na primeira hipótese, cujos testes revelam que quanto maior a pontuação na API maior a probabilidade de ocorrer o efeito Aversão a Extremos, enquanto o Grau de Confiança nas Decisões de Investimento não aumentou a suscetibilidade à Aversão a Extremos.
The classical economic theory assumes that people make decisions through rational processes, particularly in the sense that they are coherent and consistent. However, many experimental studies indicate violations of this assumption. Two factors that lead to these violations are Overconfidence and Aversion to extremes, this is the preference of intermediate choices, avoiding extreme options. These factors commonly induce investors to make decisions that generate further frustration. The financial crisis of 2008, where there was a large depreciation of various assets, also showed that many people chose not coherent with their investment profile. So in 2010, the Brazilian Association of Financial and Capital Markets (ANBIMA) determined that the institutions that sell mutual funds must make an evaluation Investor Profile (API) so that investors are advised to make investments consistent with your profile. This study aimed to verify the score resulting from the API and the Degree of Confidence in investment decisions make people more susceptible to the effect Aversion Extremes. To fulfill this objective, a questionnaire was administered to 112 undergraduates courses in Administration, Accounting and Economics from the Federal University of Espírito Santo. Based on the theoretical framework were outlined eight chances. The first hypothesis aims to Analysis of Investor Profile and Degree of Confidence in investment decisions make people more susceptible to the effect Aversion Extremes. The other hypotheses identify the relationships between gender, degree of confidence, the API and Investment Decisions. Additionally, characteristics of which were verified Investor Profile make individuals more likely to effect Aversion Extremes. The main conclusion of this study is the first hypothesis, whose tests reveal that the higher the API more likely occur in the end, while the Degree of Confidence in Investment Decisions not increase susceptibility to extreme aversion.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2851
Aparece nas coleções:PPGADM - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_5108_.pdf453.88 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.