Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2903
Título: Drogas & vida :a alteração (des)controlada pelos dispositivos biopolíticos
Autor(es): Vicentini, Nielson Ernobis
Orientador: Lavrador, Maria Cristina Campello
Data do documento: 26-Set-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O uso abusivo de substâncias psicoativas na contemporaneidade tem sido tema de grandes discussões e preocupações por parte da sociedade, principalmente por ser cotidianamente vinculado à violência e à criminalidade. Atualmente, um dos serviços mais procurados para tratamento ao usuário dependente de drogas são as internações em Comunidades Terapêuticas (CTs). Nos dispusemos a pesquisar e melhor conhecer os modos de funcionamento e práticas de produção de subjetividade que se inscrevem nas propostas via internação nas CTs. Encontrarmos nos mecanismos biopolíticos, de controle da vida, alguns caminhos que nos levam a compreender as fontes que ensejam a emergência das CTs. Identificamos como as estratégias capitalistas, com seus mecanismos e tecnologias, puderam provocar uma significativa mudança no modo de vida das populações ocidentais, constituindo populações de consumidores ávidos para a sustentação dessa nova ordem mundial. Por efeito, tem-se exigido e permitido um aumento das intervenções de aparelhos biopolíticos nos campos jurídico, médico e religioso inscritos em políticas públicas. As CTs emergem como alternativas a práticas biomédicas e prisões, entretanto sofrem significativa transformação ao longo do desenvolvimento de seus trabalhos. Em nossa pesquisa utilizamos a cartografia como um recurso que contribui com a construção de um caminho de análise a percorrer, participamos dos movimentos de algumas CTs e pudemos perceber que as normatizações se tornam cada vez mais presentes em suas práticas de atenção, por ações de mecanismos religiosos, transcendentes e disciplinares, diretamente intervindo nos processos produtores de subjetividade e construção de vida. Entendemos que o conhecimento acerca da multicausalidade e singularização presentes nos agenciamentos da drogadição é fundamental para quaisquer propostas coletivas de políticas de atenção a usuários de drogas.
The abusive use of psychoactive substances in contemporary society has been the subject of great discussion and concerns on the part of society, mainly because it is routinely tied to violence and crime. Currently, one of the services most sought after for treatment to the Drug-dependent person are the hospitalization in Therapeutic Communities (TCs). We set out to investigate and best known modes of operation and better understand the modes of operation and production practices of subjectivity that fall under proposals via hospitalization in TCs. We find in the mechanisms biopoliticos, of control of life, some paths that lead us to understand the sources that foster the emergence of TCs. We have identified as the capitalist strategies, with its mechanisms and technologies, could cause a significant change in the way of life of western populations, forming populations of consumers eager to support this new world order. In fact, it has been required and permitted an increase in interventions of appliances biopoliticos in camps legal, medical and religious enrolled in public policies. The TCs emerge as alternatives to biomedical practices and prisons, however suffer significant transformation during the development of its work. In our research we used the cartography as a resource that contributes to the construction of a path of analysis to go, we take part of the movements of some TCs and we can realize that the norms have become increasingly present in their practices of attention, for shares of mechanisms religious, transcendent and disciplinary, directly intervened in the processes of producing subjectivity and construction of life. We believe that the knowledge about the multicausality and singling out present in agency set of drug addiction is fundamental to any proposed collective policies of attention for drug users.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2903
Aparece nas coleções:PPGPSI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_5275_Nielson E Vicentini.pdf798.75 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.