Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2936
Título: Vida sem ensaios-acionamentos do programa de proteção a crianças e adolescentes ameaçados de morte do Espírito Santo (PPCAAM): modos de gestão de vida e afirmação de lutas
Autor(es): Bertaso, Marcio Wagner
Orientador: Lavrador, Maria Cristina Campello
Palavras-chave: Criança e adolescente
Sistema de garantia de direitos
Biopolítica
Data do documento: 12-Jun-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Vida sem ensaios são todas as nossas vidas que entram diretamente em cena. Que não se beneficiam de tempo, arranjos ou organizações prévias para atuarem no palco mundo. Há mais de dez anos o Estado do Espírito Santo figura entre aqueles onde mais morrem crianças e adolescentes, vítimas de homicídio, no país, apresentando índices que apontam que o alvo desta violência letal é uma população muito específica, composta majoritariamente por jovens, negros e habitantes das periferias. Desde 2003, no Espírito Santo, é executado o Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM), mais um componente do Sistema de Garantia de Direitos (SGD) de Crianças e Adolescentes e que atua com os objetivos de disseminar a discussão sobre a violência letal e de proteger diretamente crianças e adolescentes ameaçados de morte. Este trabalho possui a pretensão de colocar em análise os modos de gestão da vida, que se afirmam nos encaminhamentos feitos ao PPCAAM/ES e com isto, apresentar um retrato da forma de funcionamento do Sistema de Garantia de Direitos no Espírito Santo no ponto onde se cruzam atores do SGD, crianças/adolescentes/familiares e o Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte do Espírito Santo - PPCAAM/ES. Nesse contexto, compreendo que ao encaminhar um caso a um serviço tão específico como o PPCAAM, ganham cena inúmeros processos instituídos que se fazem presentes em nossa dinâmica social, especialmente relacionada a execução de políticas públicas sociais direcionadas para crianças e adolescentes em um cenário de articulação entre serviços. Os “encaminhamentos” põem em análise práticas que falam de relações entre serviços que à primeira vista podem parecer apenas uma forma burocrática, onde se quer passar o “problema” adiante. Mas que se forem analisadas mais de perto e com atenção às minúsculas práticas, quase imperceptíveis de tão cotidianas, percebe-se o quanto são relações que atendem a determinadas formas de governo da vida e a estas se encaixam perfeitamente bem. Ao mesmo tempo, imbricadas nesse governo da vida cotidiano, afirmam-se lutas, estratégias de resistência, pequenas formas de ação e intervenções que apontam para a afirmação da vida. Portanto, neste trabalho, muito longe de falar sobre aquilo que não funciona ou daquilo que falta nas relações entre os serviços, foi abordado aquilo que funciona a todo vapor e que acaba por operar formas de gestão da vida orientadas para fazer viver alguns e deixar morrer outros. Também se encontra aqui registros de algumas estratégias de resistência que afirmam possibilidades de se governar a vida de outros modos.
Life without essay is all our life where we go to directly on the scene. Where we don't have previous time to planning, to organizing for actuate on the world's theatre. For over ten years, the Espirito Santo state is the one of the biggest states with numbers of homicides of children and adolescents in Brazil. Indices indicate that the target of this lethal violence is a very specific population, composed mostly of young people, blacks and inhabitants of the big cities peripheries. Since 2003, in the Espirito Santo, is developed the Program to Protect Children and Adolescents Threatened of Death (PPCAAM), another component of Rights Guarantee System (SGD) of Children and adolescents, acting with the objective of disseminating the discussion on lethal violence and protect children and adolescents directly threatened with death. This work has the intention to put in question the ways of life's government, who are affirmed when submitted to PPCAAM/ES and thus, present a picture of the way of functioning of the Guarantee System of Rights in the Espirito Santo state at the point where intersect SGD agents, child / adolescent / family and the Program to Protect Children and Adolescents Threatened of Death of Espirito Santo - PPCAAM / ES. In this context, I understand that to submit one case to a specific service such as PPCAAM, numerous instituted processes that are present in our social dynamics go to scene, especially in relation to the implementation of social policies aimed at children and adolescents in a scenery of articulation between services. The act of "to submit" one case puts in the question practices that speaks of relationships between services which at first glance may seem just a bureaucratic form, where you want to pass the "problem" to other service. But if analyzed more closely and carefully, the tiny daily practices, almost imperceptibles, one realizes that are practices that serve to certain government forms of life are. At the same time, involved in this life's government, the fights are affirmed, strategies of resistance too, small forms of action and of interventions that link to the affirmation of life. Therefore, in this work, far from talking about what does not work or what is lacking in the relationships between the services, was approached what works powerfully, and operates forms of life's management for the purpose of to do someone live and let die others. Also here the registry of some resistance strategies that shows some possibilities to govern life in different ways.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2936
Aparece nas coleções:PPGPSI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_6998_Dissertação Marcio Bertaso.pdf1.47 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.