Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2947
Título: Cidade e política sobre drogas: desafios da reforma psiquiátrica no contemporâneo
Autor(es): Clemente, Anselmo
Orientador: Lavrador, Maria Cristina Campello
Palavras-chave: Reforma Psiquiátrica
Políticas de Saúde Mental e Drogas
Cidade
Data do documento: 7-Jul-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: No contexto da reforma psiquiátrica, esta pesquisa esta relacionada ao campo da atenção aos usuários de drogas, particularmente aos usuários de crack que perambulam pelas regiões metropolitanas das cidades brasileiras. Ampliase o debate com as discussões relacionadas à formação da cidade considerando- a convivência urbana. Nesse sentido, o embate entre o publico e o privado, a governamentalidade dos corpos na urbe e a serialização da vida na contemporaneidade atravessam o cuidado prestado nos serviços de saúde mental. Organizada em forma de três capítulos científicos, esta dissertação de mestrado utiliza-se do estilo em escrita literária para tratar da produção de subjetividade no urbano. Discute este contexto a partir de pesquisa acerca da consolidação/tensionamento experimentado por uma rede local de saúde mental e amplia a pesquisa à luz de um relato de experiência de estágio internacional na rede de atenção aos usuários de drogas de Portugal, referència para os organismos internacionais na área. Conclui-se com o resgate do processo desenvolvimentista vivenciado no urbano nos anos finais do seculo XIX e inicias do seculo XX, e consequente exclusão dos desviantes através dos manicômios, tomando como exemplo a cidade do Rio de Janeiro.
In the context of psychiatric reform, this research concerns the attention to drug users, particularly "crack users" who live in metropolitan areas. The overall debate looks into the formation of the city by taking urban life into consideration. In that sense, the conflict between the public and the private spheres, the governmentality of human bodies within the ´urbe´, as well as the serialization of contemporary life emerge in the care provided in mental health services. The present dissertation is organized into three scientific chapters, one of which written in literary style in order to address the production of subjectivity in the city. The context in which the research is developed touches the experience of a local mental health institutional network in its consolidation and tensions. The present research also expands to report the experience on the international stage of care provided to drug users in Portugal, in reference to international organizations in the area. Finally, the conclusion brings forth the developmental urban process experienced in the final years of the nineteenth and of the twentieth century as well as the subsequent exclusion of deviants of social life via mental hospitals, taking as example the city of Rio de Janeiro.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2947
Aparece nas coleções:PPGPSI - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8263_dissertaçao.final.anselmo.clemente.pdf2.13 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.