Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2984
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSouza, Lídio de-
dc.date.accessioned2016-08-29T14:10:04Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T14:10:04Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/2984-
dc.format.mediumtexten
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectstigmaeng
dc.subjectsexualityeng
dc.subjectyoung womaneng
dc.titleProstituição juvenil feminina : $b a escolha, as experiências e as ambigüidades do "fazer programas"por
dc.typemasterThesisen
dc.subject.udc159.9-
dc.subject.br-rjbnProstituição juvenilpor
dc.subject.br-rjbnsexopor
dc.subject.br-rjbnEstigma (Psicologia social)por
dcterms.abstractO trabalho teve como objetivo investigar como a prática de programas sexuais é vivenciada por um determinado grupo de jovens mulheres, considerando aspectos sociais, culturais e contextuais envolvidos. Discutindo questões conceituais, a pesquisa tentou se desvincular de perspectivas que focalizavam exclusivamente um sentido de vitimização da prostituição de crianças e adolescentes, buscando acrescentar novos conteúdos de análise sobre o fenômeno a partir da percepção de sua diversidade e das múltiplas formas de manifestação, reavivando o caráter de liberdade e autonomia presentes em tais práticas. Através de uma abordagem psicossocial, investigou-se as experiências de dois grupos distintos: o Grupo 1, formado por 10 mulheres jovens que confirmaram a prática de programas sexuais e o Grupo 2, composto por 09 mulheres jovens que negaram a realização de programas sexuais, mas afirmaram sua proximidade e o conhecimento sobre essa realidade. Foram realizadas entrevistas semi-dirigidas que procuraram coletar informações sobre dados pessoais, escolarização, trabalho, infância, relacionamento familiar, primeiras experiências sexuais, programas sexuais, cotidiano e futuro. Os dados foram sistematizados através da análise de conteúdo temática, que possibilitou interpretações qualitativas sobre os mesmos. Os principais resultados indicaram que o fazer programas apareceu como oportunidade para as jovens na medida em que experimentaram gradativamente a independência do núcleo familiar, tendo como motivação o desejo de liberdade e de consumo, associados a um complexo conjunto de condições estruturais, sociais, econômicas e culturais. Tais fatores se combinam e interagem de formas e intensidades variadas, determinando a escolha da jovem nesse caminho marcado pelo estigma e marginalização social.por
dcterms.abstractThis study has as objective to investigate how a group of young women live the practice of sexual services, considering social and cultural issues and the context involved. Discussing conceptual subjects, the research tried to not associate itself to perspectives that focus exclusively the sense of abuse of the children and adolescents’s prostitution, looking for increase new subjects, through the perception of diversity and multiple configurations, reviving the freedom and autonomy presents in such practices. According to the psychosocial approach, the experiences of two different groups was investigated: the Group 1, formed by 10 young women that confirmed the practice of sexual services and the Group 2, composed by 09 young women that denied the experience of sexual services but confirmed their proximity and the knowledge about that reality. Information about personal issues, schooling and work, childhood, family relationship, first sexual experiences, sexual services, daily and future was collected through unstructured interviews. Data obtained was analyzed through Content Analysis for qualitative interpretations. The main results indicated that the experience of sexual services appeared as opportunity for the youths since they tried slowly the independence of the family, having as motivation the desire of freedom and of consumption, associated to a structural, social, economic and cultural conditions. The combination and interaction of such factors in ways and varied intensities determine the youth's choice in that way marked by the stigma and social marginalization.eng
dcterms.alternativeYoung female prostitution: the choice, the experiences and the ambiguities in practice of sexual serviceseng
dcterms.creatorSouza, Rafaela Assis de-
dcterms.issued2007-08-23-
dcterms.languageportuguês-
dcterms.subjectYoung prostitutioneng
dcterms.subjectjuventude femininapor
dcterms.subjectprogramas sexuaispor
dcterms.subjectsexualidadepor
dcterms.subjectestigmapor
dcterms.subjectsexual serviceseng
dcterms.subjectsocialpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Psicologiapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqPsicologia-
dc.publisher.courseMestrado em Psicologiapor
dc.contributor.refereeAlmeida, Angela Maria de Oliveira-
dc.contributor.refereeMenandro, Paulo Rogério Meira-
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_2196_.pdf830.56 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.