Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2985
Título: O aprender na perspectiva de crianças com queixa de dificuldades de aprendizagem
Título(s) alternativo(s): The prospect of learning in children with complaints of learning difficulties
Autor(es): Silva, Kely Prata
Orientador: Souza, Mariane Lima de
Palavras-chave: dificuldades de aprendizagem
crenças sobre o aprender
Data do documento: 28-Ago-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Tornam-se cada vez mais freqüentes nos sistemas públicos de saúde, nas clínicas-escola e nos consultórios particulares as queixas sobre Dificuldades de Aprendizagem - DA nos anos iniciais de escolarização. A necessidade de programar procedimentos de prevenção e de intervenção clínica no atendimento dessa demanda tem incentivado pesquisas que visam à identificação e análise de fatores que subsidiam a melhor compreensão desta demanda. A revisão da literatura científica indicou que as DA podem ser entendidas como comprometimentos da capacidade adaptativa da criança à situação de aprendizagem, incitando possíveis interações entre a metacognição, a autoregulação e a motivação para aprendizagem no desenvolvimento deste tipo de queixa escolar. Esta investigação pretendeu compreender as relações entre as crenças sobre o ato de aprender, o senso de autoeficácia e o uso de estratégias de aprendizagem por crianças com queixa de dificuldades de aprendizagem, e suas repercussões no comportamento manifesto orientado para aprendizagem. Participaram 12 crianças com idades entre 6 e 12 anos, de ambos os sexos, cursando as séries iniciais em escolas da rede particular de ensino fundamental e que foram selecionadas através de avaliação clínica psicométrica. A caracterização das crenças sobre o ato de aprender, do senso de autoeficácia e do uso de estratégias de aprendizagem deu-se através de procedimentos lúdicos e semi-estruturados de entrevista e observação comportamental. Os dados foram submetidos à análise a partir dos referenciais da Fenomenologia Semiótica e os resultados mostraram que a conceituação sobre o aprender construída pela criança com queixa de DA afeta diretamente sua abordagem à aprendizagem, sua autoeficácia e o uso assertivo de estratégias de aprendizagem, inviabilizando a aprendizagem de modo bastante significativo. Estes achados atentaram ainda para influência de fatores afetivos e motivacionais no desenvolvimento da (não) aprendizagem e permitiram o reconhecimento dos fatores investigados como critérios norteadores da avaliação clínica da aprendizagem e da intervenção psicopedagógica. Nota-se ainda que o melhoramento da capacidade adaptativa e de enfrentamento das situações de aprendizagem das crianças com queixa de DA está fortemente vinculado ao entendimento minucioso das relações entre metacognição, autoregulação e abordagem à aprendizagem.
It becomes increasingly common in public health systems, in school-clinics and private offices the complaints about learning disabilities - DA in the initial years of schooling. The need to plan procedures of prevention and clinical intervention in the care of that demand has encouraged research aimed at the identification and analysis of factors that subsidize a better understanding of this demand. The review of the scientific literature indicated that the DA may be understood as compromising of the adaptive capacity of the child to a learning situation, prompting possible interactions between metacognition, the self-regulation and motivation for learning in the development of this type of school complaint. This research intended to understand the relationships between beliefs about the act of learning, the sense of self-efficacy and use of learning strategies for children with complaints of learning difficulties, and their effects on the manifest behavior oriented for learning. There were 12 children aged between 6 and 12 years old as participants, both genders, attending to schools in the initial series of the private basic education school that were selected through clinical psychometric evaluation. The characterization of the beliefs about the act of learning, the sense of self-efficacy and the use of learning strategies happened through procedures, semistructured interview and behavioral observation. The data were submitted to analysis from the references of the Semiotic Phenomenology and the results showed that the concept about learning constructed by the child complaining of DA directly affects their approach to learning, their self-efficacy and strategies of learning assertive use, making the learning very significant. These findings also attempt to influence the affective and motivational factors in the development of (not) learning and allowed the recognition of the investigated factors such as criteria guiding the clinical evaluation of learning and psychopedagogic intervention. It is noted that the improvement of adaptive capacity and facing the situations of learning of the children with complains of DA is strongly linked to the thorough understanding of the relationship between metacognition, self-regulation and approach to learning.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/2985
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_2380_Kely Prata Dissertação completa e revisada.pdf1.18 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.