Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3051
Título: Saúde é Tudo: As Representações Sociais de Saúde no Tratamento do Câncer no Sangue e nas Ínguas
Autor(es): COUTINHO, B. B.
Palavras-chave: Saúde
Representações sociais
Leucemia/linfoma
Data do documento: 30-Ago-2005
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: COUTINHO, B. B., Saúde é Tudo: As Representações Sociais de Saúde no Tratamento do Câncer no Sangue e nas Ínguas
Resumo: O trabalho verificou as representações sociais de saúde de indivíduos com leucemia e linfoma, e práticas sociais adotadas no tratamento. Foram entrevistados, individualmente, quatro homens e quatro mulheres, em tratamento quimioterápico (ambulatorial e internação hospitalar), ou em acompanhamento ambulatorial pós-tratamento. Utilizamos entrevista semi-estrutura, cujo roteiro abrangeu o conhecimento da doença/câncer, evolução do tratamento, mudanças de vida, convivência familiar/social, suporte religioso, expectativas, cura, cuidados de saúde e representações sociais de saúde. Os dados foram organizados em estruturas individualizadas, elaboradas a partir de unidades de significado extraídas da análise das entrevistas. A análise dessas estruturas foi realizada com base em três momentos: diagnóstico, tratamento e pós-tratamento. Verificamos que o diagnóstico de leucemia ou linfoma esteve associado à idéia de morte, o que levou à busca imediata pelo tratamento. O elemento predominante nas representações sociais de saúde foi ausência de doença para ser também retorno à vida considerada normal. A cura e o receio do retorno da doença foram as principais expectativas mencionadas e no pós-tratamento os participantes ficaram mais seguros em relação ao planejamento de suas vidas. Crenças alimentares em relação ao surgimento do câncer acarretaram adoção de hábitos alimentares considerados saudáveis. As variações encontradas nos elementos das representações sociais de saúde vêm mostrar a possibilidade da saúde ser pensada a partir de outros determinantes sociais, que não a ausência de doença.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3051
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_467_.pdf483.99 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.