Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3079
Título: Indicadores Cognitivos, Linguísticos, Comportamentais e Acadêmicos de Pré-Escolares Pré-Maturos e Nascidos a Termo
Autor(es): OLIVEIRA, Christyne Gomes Toledo de
Orientador: ENUMO, S. R. F.
Palavras-chave: Prematuridade
Baixo peso ao nascimento
Desenvolvimento
Data do documento: 1-Ago-2008
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: OLIVEIRA, C. G. T., Indicadores Cognitivos, Linguísticos, Comportamentais e Acadêmicos de Pré-Escolares Pré-Maturos e Nascidos a Termo
Resumo: A prematuridade e o baixo peso ao nascer são fatores de risco para o desenvolvimento e desempenho escolar. Esta pesquisa analisou as relações entre as condições de nascimento e o desenvolvimento de 34 crianças com 5 anos de idade, nascidas em hospital público, divididas em 17 crianças pré-termo e com baixo peso (G1-PT-BP), e 17 crianças nascidas a termo e peso ≥ 2.500g (G2-AT). Avaliaram-se as áreas: (a) cognitiva provas psicométricas não-verbais (Escala de Maturidade Mental Columbia e Matrizes Progressivas Coloridas de Raven) e assistidas (Childrens Analogical Thinking Modifibility-CATM, protocolos de operações e comportamentos facilitadores do desempenho cognitivo, e comportamentos afetivo-motivacionais- Applications of Cognitive Functions Scale-ACFS); (b) lingüística (Teste de Vocabulário por Imagens Peabody-TVIP e Lista de Avaliação do Vocabulário Expressivo-LAVE); (c) acadêmica (Avaliação do Repertório Básico para Alfabetização-IAR); (d) comportamental (Child Behavior Checklis-CBCL). Foram coletados dados neonatais e sócio-econômicos. Em todas as provas, G1(PT-BP) teve desempenho pior, exceto no Raven. Ambos os grupos não mostraram dificuldades nas habilidades básicas para alfabetização e tiveram desempenho cognitivo dentro da média (Columbia e Raven); mas, apresentaram atraso na linguagem receptiva (TVIP). Houve diferenças significativas entre os grupos, com desempenho inferior do G1(PT-BP) nas áreas: acadêmica, lingüística expressiva (LAVE), comportamental e cognitiva (Columbia, e menos operações cognitivas e comportamentos facilitadores no CATM). Houve correlações entre idade gestacional e desempenho cognitivo (Columbia) e lingüístico (LAVE), e entre peso ao nascimento e operações cognitivas e comportamentos facilitadores no CATM. Os dados confirmam a necessidade de acompanhamento do desenvolvimento dessas crianças, principalmente nos casos de prematuridade.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3079
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.