Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3126
Título: Relacionamento professor-aluno no ensino médio :a perspectiva do aluno
Autor(es): Togatlian, Marco Aurélio
Orientador: Garcia, Agnaldo
Data do documento: 29-Ago-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O relacionamento professor-aluno ainda é uma área pouco investigada. A maior parte dos trabalhos que abordam o tema tem enfatizado a Educação Infantil e o Ensino Fundamental. Até este momento da vida escolar do aluno, o relacionamento é considerado uma das principais variáveis que contribuirão para o seu futuro sucesso acadêmico. Este trabalho investigou o relacionamento professor-aluno no Ensino Médio, porta de entrada para a universidade e, portanto, para futuros profissionais. Nesta fase da vida, a escola parece não priorizar o relacionamento dos professores com seus alunos adolescentes. O objetivo deste estudo foi investigar o papel do relacionamento entre professor e aluno no Ensino Médio, do ponto de vista dos alunos, procurando apontar as convergências entre o que o aluno considera como importante para um bom relacionamento com seus professores e a visão que este mesmo aluno possui do professor “ideal”. Participaram do estudo cento e vinte alunos, matriculados regularmente nas três séries do Ensino Médio na cidade do Rio de Janeiro. Os dados foram discutidos à luz dos estudos sobre o relacionamento tendo a obra de Robert Hinde como referencial teórico para a organização e interpretação dos dados. Foram utilizados dois questionários idênticos com quarenta e seis questões cada um, divididas em seis dimensões de acordo com a proposta de Hinde para o estudo sobre relacionamentos. Um dos instrumentos referiu-se ao professor com o qual o aluno reconhecia ter o melhor relacionamento e o outro foi direcionado ao professor com o qual o aluno percebia possuir o pior relacionamento. Este instrumento buscou investigar a percepção que o aluno tinha de dois professores específicos do ponto de vista pessoal e profissional e aspectos do seu relacionamento com o professor em questão. O aluno indicou um professor com o qual considerava ter o pior relacionamento e um professor com o qual considerava ter o melhor relacionamento. Dentre os 120 alunos que responderam aos questionários, 100 redigiram um texto entre quinze e vinte e cinco linhas sobre o professor ideal. A redação foi escrita após o preenchimento dos questionários em material fornecido ao aluno. A redação sobre “O professor ideal” foi utilizada para a análise qualitativa dos dados no que se referiu às características apontadas pelos alunos sobre o “professor ideal”. O exame das redações foi feita por análise de conteúdo. Ao final do estudo procurou-se apontar as convergências e divergências entre os questionários e as redações. Tanto os questionários quanto as redações apontam para a centralidade do relacionamento entre aluno e professor seja do ponto de vista profissional, seja do ponto de vista pessoal.
The relationship between teacher and student is still poorly investigated. Most part of the studies on the topic emphasizes childhood education and elementary school. Until this time in the student's school life, personal relationships are regarded as one of the main variables that contribute to their future academic success. This study aims at investigating the relationship between teacher and student in high school, gateway to the university and, therefore, for future professionals. At this stage of life, the school does not seem to prioritize the relationship between teachers and their adolescent students. The aim of this study is to investigate the role of relationship between teacher and student in high school, trying to point out the convergences between what the students consider as important for a good relationship with their teachers and how students depict the ideal teacher. A hundred and twenty students regularly enrolled in the three grades of high school in the city of Rio de Janeiro participated in the study. The data were discussed based on studies about relationships and the proposals of Robert Hinde served as a theoretical reference for organizing and interpreting data. Two identical questionnaires with forty-six questions each divided into six dimensions according to the Hinde’s proposal for the studies about relationships have been used. One of the questionnaires was about the relationship with the teacher with which the student recognized to have the best relationship, and the other was directed to the teacher with whom the student considered to have the worst relationship. This instrument was designed to investigate the perception that the student had of the two specific teachers in personal and professional terms and aspects of his/her relationship with these teachers. The students pointed out a teacher with whom they considered to have the worst relationship and a teacher with whom they considered to have the best relationship. Part of these students (100) wrote a text between fifteen and twenty fife lines about the ideal teacher. The text was written after answering to the questionnaires. The essay on "The ideal teacher" was used for qualitative data analysis. An examination of the essays was done by content analysis. At the end, convergences and divergences between the questionnaires and essays have been pointed. Both the questionnaires and the essays revealed the centrality of the relationship between teacher and student from a professional and a personal point of view.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3126
Aparece nas coleções:PPGP - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_2617_TESE_Texto Final_3.pdf896.74 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.