Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3139
Título: Projetos de vida profissional de estudantes universitários : um estudo na área da ética e da moralidade
Título(s) alternativo(s): Project life of university students : a study in the area of ethics and morality
Autor(es): Abreu, Elzenita Falcão
Orientador: Alencar, Heloisa Moulin de
Data do documento: 9-Mar-2012
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Esta pesquisa consiste em analisar, a partir das perspectivas da moral e da ética, o juízo de estudantes universitários da área da saúde a respeito de seus projetos de vida profissional e a influência dos seus professores nesses projetos. Buscamos conhecer os projetos e analisá-los com base nas contribuições de La Taille (2006a). Participaram da investigação 51 estudantes, de ambos os sexos, dos cursos de Enfermagem, Medicina e Psicologia, da Universidade Federal do Vale do São Francisco UNIVASF, sendo esses dos primeiros e dos últimos períodos dos cursos. Realizamos entrevistas individuais de acordo com o método clínico de Piaget (1926/2005, 1932/1994). Considerando as respostas e justificativas mais frequentes, referentes ao projeto de vida profissional, pudemos verificar que: (1) o projeto de vida profissional que os estudantes mencionam é a pós-graduação, tendo como justificativa a motivação e/ou interesse; (2) todos os participantes possuem a crença de que os seus projetos serão realizados e ressaltam a determinação como argumento; (3) a estratégia sobre como os projetos serão realizados é estudando, seguida da justificativa meio para atingir os objetivos; (4) o Polo Petrolina/Juazeiro é o local onde pretendem realizar seus projetos, sob argumento de ser a melhor alternativa; (5) os pontos positivos e negativos da formação são, respectivamente, os professores e a estrutura da universidade; (6) a maior parte dos entrevistados considera que os professores exercem influência nos seus projetos pela orientação e/ou incentivo na escolha dos caminhos e (7) as maneiras de influenciar dos professores são modo como se relacionam com os alunos e demonstração de conhecimento da área. Diante das repostas e argumentos apresentados, verificamos que poucos dados (10,25%) expressam conteúdos morais, que apontam ou não para a perspectiva ética. Dessa forma, não podemos afirmar que os futuros profissionais fundamentam os aspectos mencionados em princípios morais e éticos no sentido que tratamos nesta pesquisa. Finalmente, esperamos que os dados instiguem trabalhos de intervenção que proporcionem reflexões a respeito dos princípios, que devem nortear a prática profissional e incentivem novos estudos na área da moralidade.
This study research consists of analyzing, from the perspective of morality and ethics, the way of thinking of college students in the health field about their life projects and the influence of their teachers in these projects. We tried to know the projects and analyze them based on La Taille (2006a) contributions. The investigation was done with 51 students, men and women, of Nursing, Medicine and Psychology courses, of the first and last periods of the courses, of Universidade Federal do Vale do São Francisco – UNIVASF. We conduct individual interviews, according to the clinical method of Piaget (1926/2005, 1932/1994). Considering the most frequent answers and explanations, concerning the project of professional life, we verify that: (1) the project professional life that students refer to is the "postgraduate" and justified this for "motivation and/or interest"; (2) all participants have the belief that their projects will be made and emphasized the "determination" as a reason; (3) the strategy on how the projects will be carried out is "studying", followed by the justification "way of achieving the goals"; (4) “Petrolina, Juazeiro” and neighboring cities are the places where they intend to carry out their projects, under the argument of being the "best alternative"; (5) the positive and negative things of education are, respectively, the "teachers" and "structure of the university"; (6) the majority of respondents believes that teachers have influence on their projects for "guidance and/or encouragement in their choice of paths" and (7) the manners of teachers use to influence are "the way they relate with students" and "demonstration of knowledge of the area." Faced with the answers and arguments, we find that few data (10.25%) express moral content, or not pointing to the ethical perspective. Thus, we can’t say that the future professionals based on the aspects mentioned moral and ethical principles as meaning that we treat in this research. Finally, we expect the data instigate work of intervention that lead to reflections on the principles that should guide professional practice and encourage further research in the area of morality.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3139
Aparece nas coleções:PPGP - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3614_TESE DE ELZENITA.pdf1.95 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.