Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3246
Título: O simulacro narrativo e a ficção historiográfica na novela O doente Mollière de Rubem Fonseca
Autor(es): LINS, R. A. O.
Orientador: BISCH, P. J. M.
Palavras-chave: Simulacro
Metaficção Historiográfica
Rubem Fonseca
Molièr
Data do documento: 25-Mai-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: LINS, R. A. O., O simulacro narrativo e a ficção historiográfica na novela O doente Mollière de Rubem Fonseca
Resumo: Estuda as relações entre simulacro e metaficção historiográfica como elementos interdependentes na construção da narrativa. Propõe algumas reflexões sobre os vínculos entre literatura e história, estampadas na obra O doente Molière (2000), de Rubem Fonseca (1925 - ). Segunda novela escrita pelo autor brasileiro, a obra revisita os acontecimentos que marcaram a vida e que circundaram a morte do comediante francês Molière (1622-1673), a narrativa é construída pelas memórias de um Marquês Anônimo, elemento ficcional, que se apresenta como amigo de Molière. Observa-se que pelo simulacro, o autor apresenta uma nova possibilidade para a morte do dramaturgo. A ficção cria um novo cenário refletindo os acontecimentos oficiais por meio da simulação ao mesmo tempo em que põe em questionamento a verdade científica da história, o que vai ao encontro da classificação de Linda Hutcheon sobre romances pós-modernos e seu caráter crítico sobre o passado.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3246
Aparece nas coleções:PPGL - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_4816_Renata Alves de Oliveira Lins.pdf716.49 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.