Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3289
Título: Dois relatos, duas onças, três gêneros : "Meu tio o iauaretê" e "O espelho", de João Guimarães Rosa
Autor(es): Barcellos, Thaís Damasceno Felix
Orientador: Machado, Lino
Data do documento: 12-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Em nossa Dissertação de Mestrado, estudaremos, sobretudo, Meu tio o iauaretê, de Estas estórias, e, ainda, O espelho, de Primeiras estórias, de João Guimarães Rosa. Estes são os objetivos gerais do presente trabalho. Em relação ao primeiro relato (uma narrativa mais longa), temos como propósito específico efetuar a sua análise por meio da teoria do gênero fantástico desenvolvida por Tzvetan Todorov, a qual leva em conta os gêneros estranho e maravilhoso. Em relação ao segundo (uma narrativa bem menos extensa), o nosso intento específico é a sua abordagem a partir do maravilhoso. Também lançaremos mão de conceitos da psicologia analítica de Carl Gustav Jung, na leitura de ambos os textos: noções como inconsciente coletivo, arquétipo, anima, animus, alma do mato (para Meu tio o iauaretê), si-mesmo ou self, persona e sombra (para O espelho). Não pretendemos, todavia, transformar os personagens das duas obras em casos clínicos, mas mostrar como aspectos da teorização junguiana, tal como ocorre com a de Freud, servem para iluminar a produção literária de um modo geral. Dois detalhes que funcionam como fatores de ligação das duas narrativas de Rosa são as presenças da figura da onça e do espelho nas páginas de ambas.
In our Master's Thesis, we will study , especially , "Meu tio o iauaretê ", from Estas estórias, and also "O espelho”, from Primeiras estórias, by João Guimarães Rosa. These are the general objectives of this work. In relation to the first report (a longer narrative), we have as a specific purpose to perform its analysis by the fantastic genre theory developed by Tzvetan Todorov, which takes into account the weird and wonderful genres. In relation to the second (a far less extensive narrative), our specific intent is its approach from the wonderful genre. We will also use the concepts of analytical psychology of Carl Gustav Jung, in the reading of both texts: notions such as collective unconscious, archetype, anima, animus, the bush soul (for "Meu tio o iauaretê”), self, persona and shadow (for "O espelho"). We do not intend, however, to transform the characters of the two works in clinical cases, but to show how aspects of Jungian theory, such as with Freudian one, serve to illuminate the literary production in general. Two details that function as factors of linking of the two Rosa’s narratives are the presences of picture of jaguar and of the mirror in the pages of both of them.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3289
Aparece nas coleções:PPGL - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_8563_DISSERTAÇÃO THAÍS DAMASCENO FELIX BARCELLOS.pdf622.79 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.