Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3334
Título: A reprodução ideológica do discurso político na educação : um entendimento através da fala dos professores universitários no contexto do Governo Geisel, 1974-1979
Autor(es): Duarte, Gerson Constância
Orientador: Siqueira, Maria da Penha Smarzaro
Data do documento: 15-Dez-2008
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O Regime Militar no Brasil (1964 1985) compreende um momento de profundas transformações sociais, econômicas e políticas, as quais o povo brasileiro foi submetido, gerando alterações em seu modo de pensar e de agir. Tais alterações podem ser creditadas ao papel dos Aparelhos do Estado que atuaram tanto através de uma ação direta, pelos Aparelhos Repressivos do Estado, quanto no campo psicossocial, por meio dos Aparelhos Ideológicos do Estado. Cabe especial destaque para a atuação no campo psicossocial, o papel da Escola em todos os seus níveis, a partir da apropriação de uma Ideologia gerada pela Doutrina de Segurança Nacional e Desenvolvimento e difundida em seu interior. Tal Doutrina, levada a efeito pelos agentes reprodutores do Estado, tinha o papel de recriar uma nova Identidade Nacional entre os brasileiros, que estivesse alinhada ao pensamento burguês e a nova proposta de Nação a ser implantada pela nova coalizão Civil/Militar. Nas três décadas em que os militares estiveram no poder, o povo brasileiro assistiu a um Estado autoritário e ditador, que impôs uma política de exceção, para alcançar seus reais objetivos de uma Nação capitalista e desenvolvida. A década de 1970 representa uma fase em que o Estado, frente a um forte processo de desenvolvimento, depara-se com um processo de desaceleração do crescimento, tendo que mudar o tom de seu discurso e iniciar um processo de liberalização política, denominado de Distensão. Nesse mesmo período, o país vê a necessidade da formação de mão-de-obra qualificada para atender à demanda gerada pelo crescimento econômico, assim como vê também a expansão do ensino em todos os níveis para promoção dessa geração de recursos humanos. A expansão do ensino superior, através do incentivo ao ensino privado, desponta como uma alternativa do governo para a geração desses recursos demandados pelo crescimento nacional. Nas universidades, onde há um maior descontentamento com as políticas do governo, o mesmo age para a manutenção da ordem social através de conteúdos aplicados pela disciplina de Estudos dos Problemas Brasileiro, introduzindo nas salas de aulas propagandas das grandes ações do Estado para a manutenção do crescimento, visando ao fortalecimento do sentimento de nacionalismo entre os estudantes. Nesse campo de intervenção do Estado ganham especial destaque os professores que, ainda que de forma silenciosa, ou por temerem uma ação mais violenta Estado, contribuíam para a reprodução das ideologias contidas na Doutrina de Segurança Nacional e Desenvolvimento. PALAVRAS CHAVES: Discurso, Ditadura, Educação, História Oral, Ideologia, Políticas Públicas
The military regime in Brazil (1964-1985) comprehended a moment of deep social, economical and political transformations, witch the Brazilian population was subjected to, creating changes in its way of thinking and acting. These changes can be attributed to the role of the State Apparatus, witch acted both as a direct action, through the State Repressive Apparatus, and in the psychosocial area, through the State Ideological Apparatus. In the psychosocial area, we can highlight the role of de School in all its levels, from the appropriation of an ideology created by the National Security and Development Doctrine (Doutrina de Segurança Nacional e Desenvolvimento) and spread in its insides. This Doctrine, effected by the States’ breeding agents, played the role of the reconstruction of a new Nation Identity among the Brazilians, such Identity should be combined to the bourgeois’ thought and the fresh proposal of Nation to be planted by the new association Civil/Military. On the three decades in witch the military commended the country, the Brazilian population lived under an authoritarian and dictating Government that imposed a policy of exception to reach out to its real aim of a developed and capitalist Nation. The 70s represent a period in witch the State, in front of a great progression of development, faces a slowdown process in the growth, been forced to change the tone in its speech and start on a practice of political liberation, denominated Distension (Distensão). In this very same period, the country sees a need of a qualified labor configuration to feedback the demand created by the economical growth, and also sees the education expansion in every level to the promotion of this generation of human resources. The expansion of superior education, throughout the incentive to the paid education, appears as a government’s alternative to the creation of these resources demanded by the national growth. At the universities, where there is a considerable dissatisfaction with the government’s policies, it acts towards the maintenance of the social order through contents applied by the Studies of Brazilian’s Problems (Estudos dos Problemas Brasileiros), introducing in the classes advertisements of great actions of the State for the maintenance of growth, aiming the strengthening of the patriotic feeling among the students. In this approach, of a 28 State’s intervention, the teachers gain some special importance, once they, even in a quiet way, or because they fear a violent act from the State, contributed with the dissemination of ideologies sited in the National Security and Development Doctrine.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3334
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3183_Gerson_Constância_Duarte.pdf990.05 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.