Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3362
Título: Luta e labuta : o papel social e econômico da mulher imigrante na região de Venda Nova do Imigrante (ES), 1891 a 1927
Autor(es): Ferreira, Rodrigo Paste
Orientador: Franco, Sebastião Pimentel
Data do documento: 16-Set-2008
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O objetivo deste trabalho é abordar a função da mulher imigrante italiana na formação e desenvolvimento do núcleo colonial São Pedro de Venda Nova, região serrana do Estado do Espírito Santo, tanto no âmbito sociocultural, quanto no setor econômico. A análise se faz necessária, uma vez que a participação feminina sempre foi relegada a segundo plano, figurando como mero coadjuvante em relação ao gênero masculino, tendo início a partir da entrada e ocupação dos imigrantes italianos no território do Espírito Santo, estendendo-se da segunda metade do século XIX ao início do século XX. Para que esta pesquisa obtivesse os resultados desejados, necessário se fez analisar os papéis desempenhados por aquelas mulheres na formação e desenvolvimento da região citada. As atividades desempenhadas, as dificuldades encontradas, quais as possíveis realizações desenvolvidas pelo gênero feminino junto à comunidade que, como se sabe do período, era dominado pelo gênero masculino. Para que tal processo fosse observado, trabalhou-se com a trajetória e os fatores que, naquela época, incentivaram um grande número de europeus a deixar seus lares na Itália e rumar para o Brasil. São expostos também os motivos que levaram o governo brasileiro a incentivar tal processo imigratório. Deu-se enfoque à chegada dos imigrantes ao núcleo colonial Castello e, posteriormente, à efetiva ocupação e desenvolvimento do núcleo colonial São Pedro de Venda Nova. Pesquisas bibliográficas, análise de documentos históricos e entrevistas com descendentes de imigrantes italianos serviram de apoio a este trabalho que busca trazer à tona o que, durante muitos anos, esteve relegada não ao esquecimento, mas ao descaso, a importância que essas mulheres tiveram na formação do município.
El objetivo de este trabajo es abordar la función de la mujer inmigrante italiana en la formación y desarrollo del nucleo colonial San Pedro de Venda Nova, región montañosa del Estado de Espíritu Santo, desde el ámbito sociocultural, como en el sector económico. El análisis se hace necesaria, una vez que la participación femenina siempre ha sido dejada en puesto inferior, figurando como actor de reparto en relación al género masculino, tiendo principio por la entrada y ocupación de los inmigrantes italianos en el territorio de Espíritu Santo, se extendiendo desde secunda mitad del siglo XIX hasta el principio del siglo XX. Para que esta investigación tuviese los resultados deseados, se ha hecho necesario el análisis de los papeles desarrollados por aquellas mujeres en la formación y desarrollo de la región destacada. Las actividades desarrolladas, las dificultades encontradas, como también las posibles realizaciones desarrolladas por el género femenino junto a la comunidad que, como se conoce del periodo, era dominado por el género masculino. Para que tal proceso fuera observado, se ha trabajado con la trayectoria y los factores que, en aquella época, han incentivado un gran número de europeos a dejar sus hogares en Italia y ir de rumbo a Brasil. Necesario se hace exponer también los motivos que llevaron el gobierno brasileño a estimular tal proceso inmigratorio. Ha sido enfocado la llegada de los inmigrantes al nucleo colonial Castello y, posteriormente, a la efectiva ocupación y desarrollo del nucleo colonial San Pedro de Venda Nova. Investigaciones bibliográficas, análisis de documentos históricos y encuestas con descendientes de inmigrantes italianos han sido usadas de apoyo a esto trabajo que ha buscado focalizar lo que, durante muchos años, estuvo relegada no al ostracismo, pero al descaso: la importancia que esas mujeres tuvieran en la formación del municipio.
L’obiettivo di questa ricerca é trattare sulla funzione della donna italiana nella formazione e svilupamento del nucleo São Pedro de Venda Nova regione di montagne dello stato do Espírito Santo, tanto nella sfera socioculturale quanto nell’ economica.L’analise si fa necessaria visto che la partecipazione femminile sempre fu rimessa al secondo piano essendo soltanto un’appoggio al mondo maschile.L’inizio si fa com l’arrivo ed occupazione degli emigrati italiani nel territorio dello Stato do Espírito Santo nella seconda meta del XIX secolo all’ inizio del XX século . Affinché questa ricerca arrivasse ai risultati proposti fu necessário analizzare la funzione di quelle donne nella formazione e svilupamento di quella regione.Le attivita fatte, le dificultá trovate ,i possibile lavori e la crescita socile delle donne nel mondo padroneggiato dalle idee maschile. Perché tutto questo fosse osservato si lavoró con la traietoria e i fatori che in quel periodo hanno conduto un grande numero di italiani a lasciare la sua vita in Italia e si buttare nel cammino del Brasile. Si fa un referimento ai motivi che hanno determinato il governo brasiliano ad incentivare il processo migratorio.Si da fuoco all’arrivo dei migranti al nucleo Castello e la posteriore effettivazione della occupazione e dello svilupamento del nucleo colonile São Pedro de Venda Nova. Le ricerche bibliografiche , le analisi dei documenti storici e le interviste con i discendenti dei migrati italiani servono di ausilio a questo lavoro che vuole romettere in fuoco quello che durante tanti anni non sono state dimenticate peró lasciate accanto: l’importanza delle donne nella formazione della comune.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3362
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3263_Rodrigo_Paste_Ferreira.pdf2.39 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.