Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3363
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSiqueira, Maria da Penha Smarzaro-
dc.date.accessioned2016-08-29T14:11:48Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T14:11:48Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/3363-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectFormação metropolitanapor
dc.subjectCitieseng
dc.subjectUrbanizationeng
dc.subjectMetropolitan formationeng
dc.subjectModernityeng
dc.titleFormação metropolitana : a Grande Vitória (1995-2005)por
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc93/99-
dc.subject.br-rjbnCidades e vilaspor
dc.subject.br-rjbnUrbanizaçãopor
dc.subject.br-rjbnModernidadepor
dc.subject.br-rjbnVitória, Região Metropolitana de (ES)por
dcterms.abstractA presente dissertação tem como tema formação metropolitana tomando a região da Grande Vitória - ES - como estudo de caso. O objeto de estudo conforma-se na trajetória histórica da realidade metropolitana capixaba, sua institucionalização e as questões decorrentes. Sendo assim, a pesquisa leva em consideração a lógica da modernização econômica do Estado do Espírito Santo e as suas conseqüências. A pesquisa analisa o contexto de formação de cidades, em particular o processo de metropolização, com as especificidades que cabem. O período abrangido é o que vai de 1995, data da institucionalização da Região Metropolitana da Grande Vitória até 2005. A análise buscou especificar as origens e delimitar o processo de evolução da formação metropolitana da Grande Vitória, além de registrar a realidade atual da região, no que concerne aos aspectos de consolidação da modernidade. A pesquisa se justifica pela insuficiência de historiografia local no que dizia respeito à formação metropolitana da Grande Vitória que sem constituição legal até a década de 90, definia-se como uma vasta extensão urbanizada, capaz de combinar crescimento com desigualdade e ainda promover uma concentração espacial da pobreza.por
dcterms.abstractThe present dissertation is focused on the “metropolitan formation”, considering the Metropolitan Region of Great Vitoria as a case study. The object of study comprehends the historical trajectory of the capixaba metropolitan reality, its institutionalization and consequences. The research takes into consideration the economic modernization of Espirito Santo state and its outcomes. The research analyzes the cities formation context, particularly the metropolization process and its specificities. The comprehended period is between 1995, date of institutionalization of the Metropolitan Region of Great Vitoria, until 2005. The analysis consists in specifying the origins and delimitating the evolution process of the formation of the Metropolitan Region of Great Vitoria and also registering the current reality of the area, pursuant to the consolidation of modernity. The research is justified for the insufficiency of local historiography related to the formation of the Metropolitan Region of Great Vitoria, that before its legal constitution in the nineties, could be categorized as a large urbanized extension capable of combining growth with social differences and still promote a spatial concentration of poverty.eng
dcterms.creatorAlmeida, Rita de Cássia Barcellos-
dcterms.formattexteng
dcterms.issued2009-06-23-
dcterms.languageporeng
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Históriapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqHistóriapor
dc.publisher.courseMestrado em Históriapor
dc.contributor.refereeFranco, Sebastião Pimentel-
dc.contributor.refereeAbe, André Tomoyuki-
dc.contributor.refereeMattos, Rossana Ferreira da Silva-
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3264_Rita_de_Cássia_Barcellos_Almeida_Vidal.pdf1.5 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.