Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3369
Título: O fechamento das salas de cinema na cidade de Vitória e a política da Embrafilme para a produção do cinema nacional : projetando a própria crise!
Autor(es): Malverdes, André
Orientador: Ribeiro, Luiz Cláudio Moisés
Data do documento: 17-Ago-2007
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A dissertação discute a política da Embrafilme para o cinema nacional brasileiro discorrendo sobre o mercado exibidor do centro de Vitória no período 1979-1985 e as razões para estes cinemas fecharem definitivamente as portas ao mesmo tempo em que ocorria acentuado desmantelamento do parque exibidor cinematográfico brasileiro. O trabalho situa e contextualiza a Embrafilme frente ao mercado nacional para explicar como a empresa estatal de fomento à indústria cinematográfica nacional, sob o regime militar, condicionou a produção de filmes e induziu o fechamento das salas de exibição. Foca o ponto de vista do público freqüentador das salas e trata o ir ao cinema como uma prática social da população urbana de Vitória desde os “cinemas de calçada” até evidenciar os efeitos da escassez de público sobre o parque exibidor local. A análise demonstra os gêneros de filmes mais exibidos e a opinião do público e dos exibidores sobre as medidas impostas pela Embrafilme tanto para a produção de longa-metragens, principalmente as do gênero pornochanchada, como para a obrigatoriedade da exibição de filmes do cinema brasileiro face à concorrência do cinema estrangeiro no mercado nacional, em particular os gêneros aventura, kung fu, faroeste, comédia, drama, comédia musical, desenho, policial até a liberação de exibição do gênero sexo explícito. Conclui por identificar nas variações de público pagante das salas de cinema importantes mudanças sociais do meio urbano capixaba e por observar que as medidas adotadas pelo regime militar para o cinema nacional desarticularam o mercado cinematográfico na cidade de Vitória.
This dissertation discuses the politics of Embrafilme towards Brazilian national cinema, specifically as related to the exhibition market in the city of Vitória from 1979 to 1985, as well as the reasons these theaters shut their doors permanently just as an overall dismantling of the Brazilian exhibition sector of the Brazilian cinematographic industry. Embrafilme is situated and contextualized in relationship to the national market in order to explain how this state company charged with aiding the national cinematographic industry during the military regime provided ample conditions for film production at the same time causing the closure of movie theaters. Focused on the movie-goers viewpoint, the work treats the act of “going to the show” as a social practice of the urban population in Vitória from the “Sidewalk theaters” to evidence of the effects of scarcity of a movie-going public on the local film exhibitors. The analysis demonstrates the most frequently viewed genres and the opinions of the exhibitors and movie-goers about the measures taken by Embrafilme, both in relationship to the production of feature films, principally the Pornochanchadas, or soft-care erotic films, and in its policies of obligating theaters to show national films for a determined number of days per year, even when faced with fierce competition from films imported into the national market, specifically the genres of adventure, Kung Fu, Western, comedy, musical comedy, drama, cartoons, and police movies, even including the hard core pornographic films after being liberated for theater exhibition. The work concludes identifying important social changes in the urban Capixaba public and observing how measures adopted by the military regime disarticulated the cinematographic industry in the city of Vitória.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3369
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3299_Andre_Malverdes.pdf9.85 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.