Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3376
Título: Brasília : construção modernizante da imagem do poder
Autor(es): Prado, Eugênio Pacceli Areias do
Orientador: Pereira, Valter Pires
Coorientador: Almeida, Renata Hermanny de
Data do documento: 17-Set-2007
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Tomando o período do governo Juscelino Kubitschek, de 1956 a 1961, são trabalhados os temas, Brasília e o nacional-desenvolvimentismo, como parte de um processo modernizante das conjunturas social, política, cultural e econômica do Brasil. Para tanto, foi realizado um levantamento bibliográfico crítico sobre o nacionalismo, o modernismo, nacionaldesenvolvimentismo, a história das idéias sobre a mudança da capital federal no Brasil e sobre os projetos das capitais no mundo e no Brasil antecedentes ao projeto de Brasília. Investigou-se a simbologia de poder expressa graficamente nos planos urbanos das capitais para se determinar similaridades e diferenças e as relações entre os contextos históricos, políticos e estéticos. As posições de duas mídias impressas semanais, as revistas O Cruzeiro e Manchete, foram investigadas através da análise das reportagens e fotografias sobre aqueles temas, buscando determinar seu possível engajamento na divulgação do discurso oficial. A partir da hipótese de Brasília ter simbolizado todo o projeto nacionaldesenvolvimentista, investigou-se o papel das revistas no processo de formação de consenso social sobre a viabilidade de sua construção, visto que, em janeiro de 1958, apenas 21% dos brasileiros era favorável à mudança da Capital, passando para 74%, em março de 1960. Demonstrou-se que Brasília é o resultado de uma imbricação de três componentes: o pensamento nacionalista, a ideologia nacional-desenvolvimentista e a estética modernista. A interpretação de Brasília como apenas uma cidade modernista é um reducionismo, já que seu plano urbano reúne tradição e modernidade. Foi disgnosticado um claro engajamento da mídia impressa tanto na divulgação do projeto de Brasília e da ideologia nacional-desenvolvimentista, quanto no estabelecimento de uma simbologia própria daquele contexto sócioeconômico, político e cultural brasileiro.
Taking the period of Juscelino Kubtscheck government, from 1956 to 1961, the themes Brasília and national-development are worked on as part of the economic, cultural, politic and social modernizing process in Brazil. To accomplish this task a critical bibliographical survey is presented about nationalism, modernism, national-development, the history surrounding the ideas about Brazil’s Federal Capital change and the projects of capitals in the world and in Brazil that were accomplished before Brasilia’s project. The symbolization of the power graphically expressed in the capitals’ urban plans was investigated to determine similarities and differences among them and the relations with historic-politicalaesthetical contexts. The position of two weekly printed media, the magazines O Cruzeiro and Manchete, were investigated, though the analysis of the articles and the photographs about those themes, to determinate their possible engagement in the popularization of the official speech. Starting from the hypotheses that Brasília was the symbol for the whole national-development project, we investigated the role of those printed media in the process of shaping a social consensus about the building and changing of the capital, since just 21% of the population was pro-Brasilia in January, 1958 while this percentage rose to 74% in March, 1960. It is shown that Brasília is the result of the intertwining of those three components: the nationalistic thought, the national-development ideology and the modernist aesthetic. The interpretation of Brasilia as only a modernist city is an oversimplification since it unites tradition and modernism in its urban plan. There was a clearly engagement of the printed media both in the showing off of the Brasilia project and the National-development ideology as in the establishment of a specific symbolization for that Brazilian socio-economical and cultural situation.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3376
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3306_Eugênio_Pacceli_Areias_do_Prado_0.pdf6.56 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.