Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3406
Título: A utilização do setor elétrico como instrumento de implementação de políticas públicas e os reflexos para a sociedade brasileira (1995-2004)
Autor(es): Alves, Job de Figueiredo Silvério
Orientador: Moisés, Ribeiro, Luiz Cláudio
Data do documento: 6-Set-2006
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este trabalho analisa a utilização do setor elétrico brasileiro pelo Estado como instrumento de implementação de políticas públicas, no período de 1995 a 2004, quando foram instaurados no país diferentes modelos institucionais-regulatórios que oscilaram de uma defesa das virtudes do livre mercado até a retomada de espaços para a presença estatal. Pretende-se evidenciar os problemas intrínsecos à conformação das estratégias do Estado na indução ou coordenação do desenvolvimento sócio-econômico, bem como os reflexos negativos produzidos para a sociedade, a partir da leitura da evolução dos serviços públicos de energia elétrica no Brasil e das especificidades do ciclo político. As ações estatais, explorando o potencial do setor elétrico brasileiro na implementação de políticas públicas, são questionadas em função dos meios da qual se valem, da submissão dos princípios técnicos a variáveis de ordem político-econômico-ideológicas, dos resultados que logram alcançar e da falta de transparência de seus princípios básicos. As relações estabelecidas em torno do uso e da produção da energia elétrica, dado seu duplo caráter econômico-social, são propícias para a representação das múltiplas instâncias de exercício do poder político, por meio de uma perspectiva que cumpre o propósito de romper a oposição entre Estado e sociedade, realçando a complementaridade entre ambos.
This work analyzes the use of Brazilian electrical sector by the State as an implementation tool of public policies in the period that goes from 1995 to 2004 when different institutional regulation models were instituted in the country. These models varied from the defense of the free market virtues to the recovering of rooms to the state presence. This work intends to highlight the intrinsic problems to the conformation of the State strategies as a conductor or coordinator of the social-economic development, as well as, the negative reflexes brought to society, from the reading of the electric energy public services evolution in Brazil and the particularities of the policy cycle. The State actions exploring the potential of the Brazilian electrical sector in the implementation of the public policies are questioned here based on the means they are worth, from the submission of the technical principles to the political-socialideological variables, the results they will reach and the lack of transparency of its basic principles. The established relations concerning the use and the production of electric energy considering its economic and social character are good issues to the representation of the multiple rooms for the political power practice through a perspective that breaks up the opposition between the State and society enhancing their complementarity.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3406
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3407_Job_de_Figueiredo_S._Alves.pdf1.2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.