Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3424
Título: Pelos Céus e pela Terra: a Conquista de Maiorca (1229) Como Legitimidade do Rei Jaime I, o Conquistador (1208-1276)
Autor(es): VIANA, L. J.
Orientador: FELDMAN, S. A.
Data do documento: 7-Ago-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: VIANA, L. J., Pelos Céus e pela Terra: a Conquista de Maiorca (1229) Como Legitimidade do Rei Jaime I, o Conquistador (1208-1276)
Resumo: Neste trabalho analisamos a narrativa sobre a conquista de Maiorca em 1229 como o primeiro grande feito de armas presente no Livro dos Feitos de Jaime I, o Conquistador. Partimos da hipótese de que Jaime I narrou este feito de armas em suas memórias para legitimar-se diante de seus nobres opositores e para afirmar-se como continuador da linhagem dos condes de Barcelona. Em primeiro lugar, optamos por analisar os momentos anteriores à conquista, ou seja, os capítulos 1 a 46 do Livro dos Feitos, onde encontramos as primeiras experiências de Jaime I como rei natural, rei feudal e rei cavaleiro. Em seguida, analisamos a narrativa sobre a conquista de Maiorca presente entre os capítulos 47 a 106 do Livro dos Feitos, parte principal de nosso trabalho, quando o rei utilizou sua vitória para legitimar-se. Como aparato teórico-metodológico utilizamos o método hermenêutico de Hans-Georg Gadamer.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3424
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_3474_Luciano_José_Vianna.pdf759.66 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.