Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3427
Título: De porta adentro à porta afora : trabalho escravo nas freguesias do Espírito Santo (1850-1871)
Autor(es): Jesus, Aloiza Delurde Reali de
Orientador: Campos, Adriana Pereira
Data do documento: 27-Ago-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: A presente dissertação, De porta adentro a porta afora: trabalho escravo nas freguesias do Espírito Santo (1850-1871), possui o objetivo de apresentar os principais aspectos do trabalho realizado por escravos em freguesias do Espírito Santo, em especial Vitória, Capital da Província, e vilas vizinhas, no período de 1850 a 1871. Os principais grupos de fontes analisados foram os autos criminais da Comarca de Vitória (divisão judiciária da Província) e os periódicos jornalísticos Correio da Victoria, Jornal da Victoria e o Espírito-Santense. Analisou-se, também, o 1º Livro de classificação de escravos para serem libertos do município de Vitória e os ofícios enviados por autoridades públicas à Câmara Municipal de Vitória. Por meio do estudo desses documentos, verificou-se, primeiramente, que as escravarias locais eram, em sua maioria, pequenas e médias, formadas por um número equilibrado de homens e mulheres e uma significativa quantidade de crianças. Esses aspectos levaram à constatação da importância fundamental do arranjo familiar na formação e ampliação das escravarias localizadas no município de Vitória e vizinhanças. Essa conformação dos plantéis de cativos possibilitou, também, verificar que o trabalho escravo desenvolvido nessa região contava com a intensa participação das mulheres e de crianças em todos os tipos de ocupações. O cotidiano de trabalho desses cativos revelou, inclusive, que eles desenvolviam quase indistintamente tarefas tipicamente rurais e urbanas, apontando para certa ausência de diferenciação ou especialização entre os cativos ou seu emprego exclusivo nessas modalidades. Finalmente, percebemos com esta dissertação, que a modalidade de trabalho do escravo jamais impediu a viva sociabilidade entre os cativos e outros estratos sociais, marcada por larga mobilidade espacial e laços que ultrapassavam frequentemente os limites do cativeiro.
This dissertation, From door to door within: slave labor in the parishes of the Espírito Santo (1850-1871),has the objective of presenting the main aspects of the work performed by slaves in the parish of the Espírito Santo, in particularly Vitória, principal of the province, and villages neighbors in the period 1850 to 1871. The main groups of sources were analyzed for District Criminal Court of Vitória (Judicial Division of the Province) and the regular newspaper of Victoria, Victoria and the official The Espirito Santense. Consideration was also the 1st Book of the classification of slaves to be freed of the City of Vitória and the letters sent by authorities to City of Vitória. Through the study of these documents, there was, first, that the slaves were local, mostly, small and medium, formed by a balanced number of men and women and a significant number of children. These findings led to the fundamental importance of family arrangement in the formation and expansion of slaves located in Vitória and neighborhoods. This configuration of the captive stocks has also found that slave labor had developed in this region with the intense participation of women and children in all types of occupations. The daily work of these captives showed even they developed almost indiscriminately tasks typically rural and urban areas, pointing to a lack of differentiation or specialization among captive or exclusive in their employment arrangements. Finally, we notice with this dissertation, that the method of work of the slave never prevented the strong sociability among the captives and other social strata, marked by great mobility and spatial relations that often exceeded the limits of captivity.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3427
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3477_Aloíza_Delurde_Reali_de_Jesus_0.pdf2.67 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.