Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3430
Título: Consolidação e cotidiano de uma instituição do Império : a Polícia Militar do Espírito Santo (1835/1889)
Autor(es): Baptista, Josette
Orientador: Soares, Geraldo Antonio
Data do documento: 21-Ago-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Descreve a trajetória da Polícia Militar no Espírito Santo desde a sua criação em 1835 até a queda do Império, usando como fontes os Relatórios da Presidência da Província, leis e decretos do Império e da Província, e mais dois documentos produzidos pela própria polícia: os Livros de Registros de Assentamentos de Praças e Oficiais e os Mapas Diários. Apresenta o embate constante entre os Presidentes da Província e os membros da Assembléia a respeito da necessidade da polícia para aquela sociedade, em que os primeiros apontavam sempre a necessidade de aumento de efetivo, enquanto os segundos tendiam para a sua diminuição, e até para a sua extinção, como ocorreu em 1844. Aponta ainda o cotidiano institucional da polícia a partir da formatação do perfil das pessoas que se tornaram policiais naqueles tempos do Império. Tal perfil foi retratado por meio de tabelas e gráficos que nos permitiram apresentar análise detalhada a respeito da filiação, naturalidade, idade, cor, estado civil, ofício anterior, tempo de permanência, forma de ingresso, motivo do licenciamento, promoção, disciplina, bem como o que faziam diariamente as pessoas no desempenho do ofício policial. Conclui que a policia foi instituição que surgiu no contexto de construção do próprio Estado, e assim, contribuiu para a sua configuração no Brasil.
Describes the trajectory of the Military Police in the State of Espírito Santo since its creation in 1835 until the fall of the Empire, using as sources the reports of the President of Province, laws and decrees of the Empire and Province, and more two documents produced by the police: the Book´s Records of Settlements of the police officers and the Daily Maps. Displays the constant clash between the Presidents of the Province and members of the Assembly regarding the need of the police to that society, in which the former always pointed to the need of increasing the number of police officers, while the latter tended to their decline, and even extinction as occurred in 1844. Also indicates the institutional routine of police from the format of the profile of people who become police officers in those days of the Empire. This profile had been portrayed through charts and graphs that enable us to provide detailed analysis about the affiliation, place of birth, age, color, marital status, previous office, time of remaining, form of entry, reason for licensing, promotion, discipline, and what did the police officers in the daily performance of their offices. Concludes that the police was a institution that arose in the context of the building of the own State, and thus contributed to its configuration in Brazil.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3430
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3480_Josette_Baptista.pdf1.16 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.