Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3434
Título: Veja : uma história do PT e do primeiro governo Lula sob a ótica das notícias
Autor(es): Gonçalves, Maxlander Dias
Orientador: Pereira, Valter Pires
Data do documento: 9-Nov-2009
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O partido dos trabalhadores nasceu como fruto do movimento de insatisfação social que tomou conta do país desde a ditadura militar. No final da década de 70 os movimentos grevistas no ABC insuflaram ainda mais os ânimos dos descontentes. Unidos, sindicalistas, estudantes, católicos progressistas e marxistas das mais diversas estirpes, fizeram emergir um partido político diferente, que propunha um socialismo democrático, de construção de propostas coletivas e debates junto à sociedade a fim de levar o Brasil a uma outra possibilidade. Também no período da ditadura nasce a revista Veja, após algumas experiências da editora Abril com uma série de materiais impressos de boa penetração e circulação. A idéia era que o semanário pudesse oferecer informação precisa a um contingente cada vez maior de leitores, em especial os consumidores em expansão da classe média. Formar opiniões, sugerir posturas através do seu discurso, eis alguns dos objetivos da Veja. Por falar de quase tudo nestes muitos anos, a revista não deixou de retratar o PT. De fato, desde as greves no ABC, Veja tem ocupado suas páginas com diversas reportagens a fim de explicar aos leitores que eventos são esses, quem são os personagens, que país é esse que o PT pretende construir. A revista sai em defesa do discurso liberal, toma-o como primado e, em decorrência disso, passa a escrever e afirmar uma série de verdades que visam contradizer o PT na história e desestabilizá-lo politicamente. No âmbito do discurso da Veja nos será desvelado um partido confuso, antiquado, corrupto. No domínio deste trabalho veremos uma revista atuando politicamente, opondo-se ao PT, fazendo do seu discurso uma trincheira intransponível para idéias contrárias as suas.
The Work’s Party was born as a result of workers class moving from social discontent that took over the country since the military dictatorship. At the end of the 70’s, strikers in the ABC’s movement breathe more of the animals dissatisfied. Together, trade unionists, students, progressive Catholics and Marxists from various strains, made up a different political party, which proposed a democratic socialism, the collective construction of proposals and discussions among society was looking for to lead the country to another possibility. Also during the dictatorship comes Veja magazine, after some experience of April Publisher with a series of printed materials that took good penetration and circulation. The idea was that the weekly printed magazine could provide accurate information to a growing contingent of readers, particularly consumers in expansion of the middle class. Constructing opinions, attitudes suggest through a speech, these are some of the goals of Veja magazine. Speaking about almost everything through these many years, the magazine has not stopped portraying PT. In fact, since the strikes on ABC, Veja has occupied its pages with various reports in order to explain to readers what these events are, who are the characters and what country is that the PT wants to build. The magazine comes out in defense of liberal discourse, took it as a rule and in result, will write and say a number of truths that seek to contradict the PT in the history and destabilize it politically. Within the discourse of Veja, PT will be revealed as confusing party, antiquated and corrupt. In the area of this work we’ll see a magazine acting politically as opposed to PT, making a speech as trench barrier for contrary ideas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3434
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_3526_Maxlander_Dias_Gonçalves.pdf3.43 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.