Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3444
Título: Pregação e Cruzada: a Conversão dos Infiéis nos Poemas de Ramon Llull (1232-1316)
Autor(es): LEMOS, T. N.
Orientador: FELDMAN, S. A.
Palavras-chave: 1
Llull
Ramon
1232?-1316
2
Idade Média - História
3
M
Data do documento: 30-Abr-2010
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: LEMOS, T. N., Pregação e Cruzada: a Conversão dos Infiéis nos Poemas de Ramon Llull (1232-1316)
Resumo: No século XIII, os muçulmanos ainda eram um grande problema para a Cristandade. Com o fracasso das Cruzadas passagium generale para os medievais surgiram novas propostas para o confronto com o Islã, entre elas o uso da pregação. Nesse período, as controvérsias públicas eram habituais, tanto no Cristianismo quanto no Islamismo. As ordens mendicantes eram uma grande força nesse tipo de debate. Em Maiorca, um pensador também se ocupou desse problema, Ramon Llull (1232-1316). O catalão criou um novo método apologético baseado em sua Arte para ele revelada diretamente por Deus. Mesmo defendendo a pregação como principal forma para se conseguir a conversão dos muçulmanos, Llull não abdicou do uso da força. Reformulou o conceito de Cruzada, colocando-a a serviço das missões, sem, contudo, abdicar da coação. O maiorquino desenvolveu suas idéias em variadas obras. Analisaremos alguns de seus poemas fontes ainda inexploradas pelos principais historiadores para o assunto em questão para entender como Llull construiu seu projeto apologético.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3444
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_3986_Tatyana_Nunes_Lemos.pdf1.17 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.