Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3484
Título: Depois dos Jesuítas:A Economia Colonial do Espírito Santo (1750-1800)
Autor(es): CONDE, B. S.
Orientador: CAMPOS, A. P.
Data do documento: 3-Jun-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: CONDE, B. S., Depois dos Jesuítas:A Economia Colonial do Espírito Santo (1750-1800)
Resumo: A presente dissertação corresponde a um esforço no sentido de caracterizar a realidade econômica do Espírito Santo durante a segunda metade do século XVIII, em especial nos anos posteriores à expulsão dos jesuítas, ocorrida em 1759. Tal expulsão foi o principal desdobramento de todo um processo de mudança em curso na administração do império português, o qual também resultou na renovação do interesse lusitano por regiões da colônia até então relegadas a um segundo plano. Naquele contexto, a coroa implementou diversas ações para ampliar o poder sobre suas vastas possessões e, ao mesmo tempo, torná-las mais lucrativas. Desse modo, tenta-se elucidar neste trabalho o modo como o Espírito Santo lidou com duas dinâmicas interligadas: o regresso dos jesuítas, tão importantes do ponto de vista da catequese, da economia e até da ocupação territorial; bem como a renovação do interesse português pela capitania, algo que modificou o caráter da inserção local na estrutura econômica colonial. O ano de 1750 foi escolhido como baliza inicial por marcar a chegada ao poder do marquês de Pombal, indivíduo que personificou a maioria das transformações do império no período. A finalização em 1800 está ligada à posse de Silva Pontes como governador da capitania espírito-santense. Sua chegada concretizou muitos elementos do processo em curso desde 1750, mas inaugurou também uma nova época local, cujas marcas moldaram um contexto diferenciado em relação à segunda metade do Setecentos. As fontes do Arquivo Histórico Ultramarino, bem como inventários post-mortem, cartas avulsas e extensa bibliografia, serviram como base para compor as idéias aqui defendidas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3484
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_4783_Bruno_Santos_Conde.pdf15.8 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.