Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3490
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorNader, Maria Beatriz-
dc.date.accessioned2016-08-29T14:12:07Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T14:12:07Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/3490-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectControle socialpor
dc.subjectHospital Colônia Adauto Botelhopor
dc.subjectWomeneng
dc.subjectSocial controleng
dc.subjectAdauto Botelho Psychiatriceng
dc.titleHospital Adauto Botelho : controle social e mulheres - Vitória-ES (Julho/1954-Dezembro/1956)por
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc93/99-
dc.subject.br-rjbnHospital Adauto Botelhopor
dc.subject.br-rjbnHospitais psiquiátricospor
dc.subject.br-rjbnMulheres - Aspectos sociológicospor
dc.subject.br-rjbnAssistência em hospitais psiquiátricospor
dcterms.abstractEsta dissertação versa sobre as internações de mulheres, ocorridas no Hospital Colônia Adauto Botelho,localizado em Cariacica, município que compõe a atual região metropolitana de Vitória, no Espírito Santo. As internações possuem um caráter intrigante, uma vez que poderiam servir para reprimir comportamentos femininos considerados antissociais perante a sociedade ou para simplesmente silenciar quem incomodava os demais. Nesse nosocômio foi encontrado um alto número de mulheres analfabetas, a maioria negras e pardas depositadas lá no momento em que a cidade de Vitória estava se consolidando como espaço urbano em desenvolvimento, ou seja, essa instituição se caracterizou como suporte auxiliar para a segregação de um grupo social de mulheres que fugiam às características da sociedade dominante.Dentre os meses de julho de 1954 a dezembro de 1956, foram internadas 704 mulheres com tais características.Pautada nos relatórios de governo do estado do Espírito Santo e monografias de médicos psiquiatras do século XX, foi possível reconstruir parte do pensamento psiquiátrico brasileiro e sua vertente punitiva às mulheres capixabas. A presente pesquisa observou os prontuários das mulheres que foram afastadas da convivência social, e constatou que a triagem não partia unicamente da perspectiva médica, mas também, de segmentos nãocientíficos da sociedade, tais como a família e a polícia.por
dcterms.abstractThis dissertation deals with the internment of women, ocurred in Adauto Botelho Psychiatric hospital, situated in Cariacica, city that integrates the metropolitan region of Vitória in the state of Espírito Santo. These internments have an intriguing character, once they might have served to repress feminine behaviors considered anti-social by society or to simply silence the ones that annoyed the others. In that asylum we could find a high number of illiterate women, mostly black and mulatto, deposited there by the time the city of Vitória was consolidating as a urban area in development, in other terms, that institution was characterized as an auxiliary support for the segregation of a social group of women that were not included in the characteristics of the dominant society. Between the months of july 1954 and december 1956, 704 women with those characteristics were hospitalized. Based on Espírito Santo state government relatories and psychiatric doctors monographs written in the twentieth century, it was possible to rebuild part of Brazilian's psychiatric tought and it's punitive aspect over capixaba women. The present work observed the medical records of women separated from society, and found that this screening was not based only on a medical point of view, but also, from non-scientific segments of society such as the family and the police.eng
dcterms.creatorPerini, Júlia Freire-
dcterms.formattexteng
dcterms.issued2013-10-02-
dcterms.languageporeng
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Históriapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqHistóriapor
dc.publisher.courseMestrado em Históriapor
dc.contributor.refereeFranco, Sebastião Pimentel-
dc.contributor.refereeMargotto, Lílian Rose-
dc.contributor.refereeBarcellos, Gilsa Helena-
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_5465_dissertação julia freire perini.pdf1.1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.