Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3528
Título: Memória e História: Silêncios e Esquecimentos nas Narrativas do Diário de Getúlio Vargas (1935-1937)
Autor(es): VIEIRA, G. R.
Orientador: RIBEIRO, L. C. M.
Palavras-chave: Memória
História
Esquecimentos
Silêncios
Diário de Varga
Data do documento: 26-Mai-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: VIEIRA, G. R., Memória e História: Silêncios e Esquecimentos nas Narrativas do Diário de Getúlio Vargas (1935-1937)
Resumo: Tendo como pressuposto que a memória é seletiva, a proposta desta dissertação é apontar os silêncios e esquecimentos do diário de Getúlio Vargas entre 1935 e 1937. Fazemos reflexões imbricadas e sintonizadas com os temas, problemas e interesses que a historiografia nacional e estrangeira sublinhou e enfatizou como período de preparação para o golpe de 1937, enfatizando as discussões teóricas entre memória e história, bem como o tratamento do Diário como fonte histórica. Analisamos as representações memorialísticas em uma perspectiva comparativa com acontecimentos, encontros e fatos ocorridos no período proposto e que foram problematizados nas produções historiográficas e narrados nas biografias que tematizam o período que se convencionou chamar conjuntura constitucionalista da era Vargas. O presente exame localizou indícios de esquecimentos da memória do diarista quanto a pactos firmados e ações realizadas contra opositores ao Golpe de Estado em 1937.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3528
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7631_Dissertação Giselly Vieira.pdf912.45 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.