Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3532
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorRODRIGUES, M. B. F.
dc.date.accessioned2016-08-29T14:12:14Z-
dc.date.available2016-07-11
dc.date.available2016-08-29T14:12:14Z-
dc.identifier.citationMACHADO, R. M. A., Educação, currículo escolar e violência simbólica: um estudo de caso sobre adolescentes atendidos pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social - CREA/ES (2010-2014)por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/3532-
dc.format.mediumtexten
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleEducação, currículo escolar e violência simbólica: um estudo de caso sobre adolescentes atendidos pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social - CREA/ES (2010-2014)por
dc.typemasterThesisen
dcterms.abstractEsta dissertação inscreve-se no debate sobre educação e política, voltado para análise da relação entre educação, currículo escolar e violência simbólica, na perspectiva do adolescente entre 12 e 17 anos que cumpre medida socioeducativa no Centro de Referência Especializado de Assistência Social CREAS de Vitória (ES). Tem por objetivo analisar e refletir sobre a inadequação curricular no que se refere às expectativas desses adolescentes. A hipótese sustentada é que há inadequação curricular de um modo geral e, em particular, para atender à condição dos alunos em cumprimento de medida socioeducativa. A pesquisa demonstra que existe uma discrepância grande entre a regulamentação das medidas e a prática no cotidiano escolar desses adolescentes, e um dos grandes entraves para essa adequação é a ausência de protagonismo, ou seja, os professores que trabalham com esses adolescentes e o próprio adolescente não foram ouvidos para a formulação das propostas. Resultado disso é uma escola totalmente desinteressante para esses adolescentes e ineficaz do ponto de vista pedagógico. Teoricamente, o fio condutor desta análise teve como base a violência simbólica a partir de Bourdieu e Passeron e as discussões feitas por Apple e Candau.por
dcterms.creatorMACHADO, R. M. A.
dcterms.issued2015-05-15
dcterms.subjectCurrículopor
dcterms.subjectMedidas socioeducativaspor
dcterms.subjectViolência simbólicapor
dcterms.subjectEdupor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Históriapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Históriapor
dc.contributor.refereeFRANCO, S. P.
dc.contributor.refereeSGARBI, A. D.
Aparece nas coleções:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_7636_Dissertação PPGHIS UFES Rosely Machado.pdf10.21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.