Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3564
Título: Novas estratégias da produção imobiliária na Grande Vitória : um estudo sobre as recentes transformações do espaço urbano da Serra-ES
Autor(es): Gonçalves, Thalismar Matias
Orientador: Campos Júnior, Carlos Teixeira de
Data do documento: 4-Ago-2010
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Este trabalho discute a relação entre o mercado imobiliário e a produção do espaço urbano a partir das recentes transformações do município de Serra, localizado na Região Metropolitana da Grande Vitória (RMGV). Historicamente, a atividade imobiliária tem se manifestado na Grande Vitória por meio da verticalização litorânea na capital, Vitória, e em Vila Velha. A atuação do mercado imobiliário em Serra é recente e tem se materializado em condomínios fechados horizontais e verticais. O período analisado estende-se de 2000, quando foi lançado o primeiro grande empreendimento imobiliário, até o ano de 2008. O principal objetivo da pesquisa foi identificar as estratégias particulares da produção imobiliária em Serra. Parte-se da perspectiva que considera a produção imobiliária como parte dos novos conteúdos da urbanização contemporânea. Foram coletados dados em fontes primárias, entrevistas com corretores e empresários, e secundárias, consulta em sítios das empresas, jornais e panfletos publicitários. Ao longo da pesquisa, constatou-se dois momentos na dinâmica imobiliária em Serra. Entre 2000 e o início de 2006, o mercado imobiliário caracterizou-se pelo ritmo lento dos lançamentos imobiliários, pela predominância de condomínios fechados horizontais e pela atuação exclusiva de empresas locais. No segundo período, final de 2006 até 2008, a produção imobiliária se consolidou como agente modelador do espaço urbano do município. Serra tornou-se o locus privilegiado dos investimentos imobiliários residenciais na RMGV com a chegada ao Espírito Santo das grandes incorporadoras, sediadas em outros estados, como Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. Nesse contexto, foram lançadas milhares de unidades habitacionais em condomínios fechados verticais e horizontais, voltadas para diversos públicos. Os resultados mostram que a produção imobiliária em Serra se funda na combinação de estratégias ligadas a apropriação das raridades do espaço urbano contemporâneo. De um lado, tem-se um produto imobiliário (condomínio fechado) que busca se diferenciar pela oferta de opções tornadas raras na cidade como segurança, acesso ao verde, lazer e convívio social. De outro, os incorporadores procuram se apropriar de determinadas localizações centrais produzidas historicamente, como é o caso do entorno de Laranjeiras, um importante subcentro da RMGV.
It discusses the relation between the real estate market and the production of the urban space from the recent transformations which has occurred in Serra, located in the Metropolitan Region of Grande Vitória (RMGV). Historically, the real estate activity has been manifested in Grande Vitória through the vertical residential production in Vitória and in Vila Velha. This process is recent in Serra and has been materialized in gated communities (houses or buildings). The analyzed period starts in 2000, when it was released the first gated community, and finishes in 2008. The main goal of this research was identifying particular strategies of the real estate capital in Serra. From the perspective that considers the real estate production as part of the new contents of the contemporary urbanization. The data was collected through primary sources, such as interviews with correctors and businessmen and, as secondary sources, research in the companies’ websites, newspapers and catalogues. During the research, they were identified two periods about the real estate dynamics in Serra. Between 2000 and the beginning of 2006, the real estate market was characterized by the slow rhythm, by the predominance of gated community of houses and by the exclusive acting of local companies. The second period occurred between the end of 2006 and 2008, when the real estate production reached consolidation as an agent who builds the urban space in the city. Serra came to be the privileged locus of the real estate investments in Grande Vitória as they have been brought great incorporating companies in Espírito Santo, seated in other states as Rio de Janeiro and São Paulo. In this context, they were released thousands of habitations in gate communities of houses e buildings, towards several classes. The results show that the real estate production in Serra raises itself on the combination of strategies attached to the appropriation of “rare stuff” insert in the contemporary urban space. There is a real estate product (gate community) which searches for becoming different from any others by the offer of options which became “rare stuff” in the city, such as security, nature, fun and social relations. On the other hand, the incorporating companies seek for appropriating some specific central locations, historically produced, exactly what happens around Laranjeiras, an important sub-center of RMGV.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3564
Aparece nas coleções:PPGGEO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_4065_thalismar.pdf9.06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.