Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3607
Título: Territorialidade e Resistências da Comunidade de Pescadores de Ubu e Parati ao Polo Industrial de Ancheita
Autor(es): CORREA, J. C.
Orientador: ZANOTELLI, C. L.
Data do documento: 25-Out-2013
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: CORREA, J. C., Territorialidade e Resistências da Comunidade de Pescadores de Ubu e Parati ao Polo Industrial de Ancheita
Resumo: A pesquisa trata dos embates sócio ambientais que envolvem a Comunidade de Pescadores de Ubu e Parati, a partir das recentes dinâmicas territorializantes decorrentes do processo de expansão do polo siderúrgico, petrolífero e portuário do município de Anchieta, litoral sul do Espírito Santo. Por meio da história oral temática, buscou-se compreender a problemática relativa à redução dos territórios de pesca artesanal e a consequente redução das condições de sobrevivência dessa atividade tradicional, comprometendo também a manutenção da identidade e práticas culturais dos pescadores, em função do avanço dos empreendimentos industriais. Por outro lado, a redução da qualidade de vida do espaço do habitar dos pescadores e suas ações de resistência são vistas à luz das discussões em torno da justiça ambiental e do perfil de desenvolvimento que atinge o lugar. De uma maneira geral, identificou-se em Ubu e Parati uma trama complexa de sujeitos públicos e privados que fazem uso da multiterritorialidade para destituir o lugar das territorialidades dos povos originários e em seguida dominar o território cobiçado.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3607
Aparece nas coleções:PPGGEO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_6952_josilene.pdf11.98 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.