Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3614
Título: O papel da cidade de Viçosa-MG na rede urbana : a especialização funcional de uma cidade média mineira
Autor(es): Carvalho, André Simplício
Orientador: Freire, Ana Lucy Oliveira
Data do documento: 4-Abr-2014
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Rede é o nome dado para se referenciar qualquer forma que seja composta por linhas interligas por pontos, sendo assim essa denominação é utilizada para participar de nomes e conceitos em diversas área do conhecimento. Na geografia isso não ocorre de forma diferente. As redes geográficas são a denominação dada as ligações feitas no espaço articuladas por pontos, notadamente são usadas para se fazer referência a redes materiais, mas podem ser mais imateriais ou abstratas a depender do objeto de pesquisa e do adjetivo adotado. As redes urbanas são algumas dessas redes, inevitavelmente materiais, mas cada vez mais virtuais, que são estudadas pelos geógrafos, a pelo menos oitenta anos. As redes urbanas são compostas pelo conjunto de cidades, cada qual com sua centralidade, tomadas como pontos, e pelas ligações entre elas, rodovias, hidrovias, infovias etc. Diferentes cidades, por mais semelhantes que possam ser entre si, tem diferentes tipos e graus de centralidade, poder de atração, de pessoas, de recursos, na rede; refletindo em uma região de influência singular, que muda de tempos em tempos e conforme cada território onde se insere. As centralidade, e as redes de cidades estão em constante mudança, necessitando sempre de atualização sobre seu conhecimento, tornando o estudo das redes e das centralidades uma questão sempre nova; em especial ao considerarmos um território tão vasto em complexo como o Brasil. Dessa forma nós propomos aqui estudar as especificidades da centralidade da cidade de Viçosa no interior do estado de Minas Gerais, Brasil. Através de um abrangente apanhado histórico e atual sobre o município e a região onde se insere, sistematizado em diversos mapas e ilustrado com diversas imagens, poderemos notar as mudanças de qualidade e de intensidade na centralidade dessa cidade que hoje compreendemos como média, ou intermediária, na rede urbana mineira. De uma localidade rural sem qualquer importância essa cidade se torna importante centro de produção de café, galgando ganhos políticos nesse período (1850-1930); perdendo seu brilho por cerca de setenta anos e depois ressurgindo como uma localidade especializada, na virada do século XX para XXI, em oferecer serviços, notadamente vinculados ao ensino superior e produção de ciência e tecnologia. Essa nova centralidade, ao contrário do que muitas vezes ocorre, não foi fruto nem de um recurso natural inerente ao território e tão pouco pela atuação das elites locais, mas foi galgado principalmente pela atuação do Estado que constrói ali as bases de uma especialização funcional, através da universidade pública.
System is the name given to cite any form composed for several elements working together through connections, so this name is used to join names and concepts in various area of knowledge. In geography, this does not occur differently. The geographical networks are given the denomination links made in space articulated by points, mainly used to refer to material networks but also can use to refer intangible or abstract networks, depending on the object of research and the adjective adopted. The urban system is one of these networks, inevitably material, but increasingly virtual that are studied by geographers for at least eighty years. Urban systems are composed by the set of cities, each one with a centrality, taken as points, and the connections between them, highways, waterways, airways etc. Different cities, however that may be similar to each other, have different types and degrees of centrality, power of attraction in the system, reflecting a singular region of influence, which changes from time to time and as each territory in which the urban system is set. The centrality and networks of cities are constantly changing; constantly require updating, adding new questions to the urban systems and centralities study; especially when considering such a vast and complex as Brazil. Thus we propose here to study Viçosa’s specific centrality, in Minas Gerais state, Brazil. Through a plural historical and current overview of the city and its region, systematized in several maps and illustrated with many pictures, we can notice the changes in quality and intensity of the centrality of this city that we now understand as middle-sized, or intermediate, in the Minas Gerais urban system. From a rural area without any importance this city becomes important center for coffee production, chalking up political gains in this period (1850-1930); losing its luster for about seventy years and then re-emerging as a specialized location, at the turn of the twentieth century for XXI; offering services, especially related to higher education and the production of science and technology. This new centrality, unlike what often happens, was not the result of an inherent natural resource of the territory and so little by the corporative action, but was climbed mainly by State action that build there the foundations of a functional specialization, through the public university.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3614
Aparece nas coleções:PPGGEO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_7599_andresimplicio.pdf265.47 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.