Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3698
Título: Por uma Abordagem Cognitiva da Pressuposição: Modelos Cognitivos Idealizados e Propagandas
Autor(es): FERIGUETTI, K. M.
Orientador: GRENFELL, A. T. M.
Palavras-chave: Filosofia
Lingüística Formal
Lingüística Cognitiva
Data do documento: 20-Mai-2008
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: FERIGUETTI, K. M., Por uma Abordagem Cognitiva da Pressuposição: Modelos Cognitivos Idealizados e Propagandas
Resumo: A nascente do fenômeno da pressuposição está na Filosofia, inicialmente na Lógica, com Frege (1892). Desde então, esse autor tem sido associado a correntes tanto filosóficas quanto lingüísticas, e, ainda no século passado, participa de um grande desenvolvimento tanto da Semântica quanto da Pragmática. Sob o enfoque da Lógica e sob a perspectiva da Lingüística Formal, embora haja um diferencial nos estudos de Ducrot (1977, 1981, 1987), na Semântica Argumentativa, a pressuposição é percebida em termos de imanência. Diferentemente, com o desenvolvimento dos estudos em Lingüística Cognitiva, com Lakoff (1980 e 1987) e Fauconnier (1994, 1997), a pressuposição passa a tomar parte no processamento cognitivo da produção de sentido, com suas intenções e com seus usos comunicativos, a ser compreendida em termos de gatilhos, ativadores de Modelos Cognitivos Idealizados e introdutores de Espaços Mentais.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3698
Aparece nas coleções:PPGEL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_3089_Dissertação Karen Muniz Feriguetti.pdf497.39 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.