Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3732
Título: Descrição Lexicografica do Frame de Destruição Sob a Ótica da Semântica de Frames.
Autor(es): RAMOS, T.
Orientador: GRENFELL, A. T. M.
Palavras-chave: Semântica
FrameNet
Lexicografia
Data do documento: 6-Mai-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: RAMOS, T., Descrição Lexicografica do Frame de Destruição Sob a Ótica da Semântica de Frames.
Resumo: Este trabalho descreve lexicograficamente o Frame de DESTRUIÇÃO, guiando-se pela perspectiva da Semântica de Frames. O corpus da pesquisa é composto por dez unidades lexicais (aniquilar; arrasar; demolir, desfazer, desmantelar, desmontar; destruir; devastar; explodir, vaporizar) que evocam ao Frame de DESTRUIÇÃO. Os exemplos contendo as unidades lexicais (ULs) são retirados de textos jornalísticos e legendas de filmes em Português do Brasil, selecionados através de cinco corpora que estão disponíveis ao acesso público. São eles: ANCIB, ECI-EBR, NILC/SÃO CARLOS, NURC-R, LEGENDA DE FILMES e duas ferramentas de busca LINGUATECA e SKETCH ENGINE BETA. Iniciamos a análise do Frame de DESTRUIÇÃO a partir dos textos recolhidos desses corpora e das ferramentas de busca citadas acima, seguindo os critérios descritos no THE BOOIC dos autores Ruppenhofer J., Ellsworth M., Petruck M. R. L., Johnson C. R. e Scheffczyk (2006) disponível para ser baixada na página da FrameNet.e estabelecidos como metodologia no projeto piloto FrameNet, em Berkeiey. A análise baseou-se na rotulação das frases, tendo como espelho a rotulação do frame tomado do inglês (Destroying), que se encontra na página da FrameNet.com.br. Tal rotulação sintática e semântica tem por característica gerar diferentes padrões de ocorrências surgidos com base nas diferentes informações de ordem pragmática e semântica que se fazem presentes em cada uma das frases analisadas. Essas rotulações serviram de base para classificar as unidades lexicais que foram dividas em camadas a partir dos Elementos de Frame (EF), da Função Gramatical (FG) e do Tipo Sintagmático (TS). Tais rotulações baseadas das frases, na descrição das camadas (EF, FG, TS) e nas valências geram os diferentes padrões capazes de revelar, de forma exaustiva, as ocorrências das unidades lexicais (ULs) em questão. A partir de tais rotulações depreendem-se as marcações de lugar e tempo, que são explicitamente determinados no frame. No caso deste trabalho verificou-se no frame de Destruição uma variação no foco da cena da destruição em que ora se destaca o destruidor/causa e ora se destaca o sofredor (da destruição). Palavras-Chaves: Semântica, FrameNet, Lexicografia.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3732
Aparece nas coleções:PPGEL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_4944_Dissertação - Tatiani Ramos Completa.pdf1.84 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.