Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3734
Título: Enunciação proverbial e argumentação por autoridade em cartas do leitor.
Autor(es): OLIVEIRA, I. F.
Orientador: CARVALHO, J. A.
Palavras-chave: argumentação
provérbios
carta do leitor
Data do documento: 23-Set-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: OLIVEIRA, I. F., Enunciação proverbial e argumentação por autoridade em cartas do leitor.
Resumo: Estudamos nesta dissertação a ocorrência de provérbios empregados como argumento de autoridade em cartas do leitor. A partir do corpus constituído de cartas da seção Dos Leitores, no jornal carioca O Globo, publicadas no período compreendido entre 01-01-2010 a 01-01-2011, foram selecionados 83 (oitenta e três) textos com a presença de provérbios, numa abordagem representativa que permitiu estudar o processo de construção da argumentação por autoridade nesses contextos. A hipótese defendida é a de que os enunciados proverbiais podem figurar como argumentos por autoridade a fim de embasar as teses dos autores das supramencionadas cartas do leitor, e as teorias que dão suporte a este estudo baseiam-se nos estudos empreendidos pela Semântica Argumentativa, de Ducrot (1987), e a Nova Retórica, de Perelman e Tyteca (2005), além das teorias relacionadas aos gêneros jornalísticos, de Melo (1994), entre outros. A análise dos dados nos permite afirmar que os enunciados proverbiais estudados constituem um primoroso recurso argumentativo, sobretudo concernente à argumentação por autoridade em cartas do leitor, dado, entre outros fatores, o seu caráter mnemônico e seu status de verdade consensual.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3734
Aparece nas coleções:PPGEL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_4947_Dissertação - Yves Figueiredo.pdf2.97 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.