Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3758
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorLINS, M. P. P.
dc.date.accessioned2016-08-29T15:08:52Z-
dc.date.available2016-07-11
dc.date.available2016-08-29T15:08:52Z-
dc.identifier.citationMAIA, B. S., Interação entre diferentes interlocutores e uma pessoa com Alzheimer: um olhar para os enquadres interativospor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/3758-
dc.format.mediumtexten
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleInteração entre diferentes interlocutores e uma pessoa com Alzheimer: um olhar para os enquadres interativospor
dc.typemasterThesisen
dcterms.abstractEsta pesquisa tem como objetivo estudar, com base em situações reais de ocorrência, os diferentes enquadres interativos presentes nas interações entre um sujeito com Doença de Alzheimer (DA) e diferentes interlocutores. O sujeito alvo da pesquisa possui 84 anos, é do sexo masculino, diagnosticado com DA leve, e foi selecionado devido à proximidade familiar entre ele e a pesquisadora. Esse sujeito foi diagnosticado a partir de avaliação clínica de médico especialista em geriatria e de avaliação que inclui a observação de fatores neuropsicológicos, patológicos e de neuroimagem. O corpus desta pesquisa constitui-se de dados obtidos por meio de gravações de áudio e vídeo, transcritos com base nas normas de transcrição do Projeto NURC-SP (2007). A análise dos dados considera aspectos como o envelhecimento, a pessoa com Alzheimer (PA), o desempenho dos diferentes interlocutores e a caracterização dos distintos enquadres interativos. A partir daí, buscamos observar como ocorrem, no processo de enquadramento, os alinhamentos entre uma pessoa com Alzheimer e distintos interlocutores nas interações em estudo. Para investigar tais questões propomos uma interface entre a Sociolinguística Interacional e a Neurolinguística. Dessa forma, autores como Goffman (1998), Tannen & Wallat ([1987] 2002) e Morato (2010, 2011), principalmente, são fundamentais para este estudo. Mais objetivamente, pretendemos mostrar como a compreensão de processos interacionais que envolvam pessoas com Alzheimer pode contribuir para o acompanhamento e para a qualidade de vida dessas pessoas. Além disso, almejamos contribuir com a literatura existente sobre o assunto, que ainda é um pouco escassa.por
dcterms.creatorMAIA, B. S.
dcterms.issued2013-02-19
dcterms.subjectInteraçãopor
dcterms.subjectDoença de Alzheimerpor
dcterms.subjectenquadres interativospor
dcterms.subjectalinhpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Linguísticapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Estudos Linguísticospor
dc.contributor.refereeCABRAL, H. W. S.
dc.contributor.refereeSOUZA, S. F.
Aparece nas coleções:PPGEL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_6304_Dissertação Barbara.pdf1.32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.