Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3789
Título: O DUALISMO GRAFITE VS PICHAÇÃO: ARTE GRAFITE, TAGGING, PICHAÇÃO E PIXO
Autor(es): ARAUJO, M. A. C.
Orientador: Abrahão, Virginia Beatriz Baesse
Palavras-chave: Grafite
Pichação
Tag
Discurso
Ideologia
História
Data do documento: 10-Jul-2015
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: ARAUJO, M. A. C., O DUALISMO GRAFITE VS PICHAÇÃO: ARTE GRAFITE, TAGGING, PICHAÇÃO E PIXO
Resumo: Nesta pesquisa, buscamos explorar o grafite em sua discursividade e historicidade por meio do gênero discursivo tag, uma espécie de assinatura estilizada, tecendo uma análise de discurso sobre os enunciados concretos recolhidos como corpus na Grande Vitória-ES. Isso foi procedido com a finalidade de compreender como a sociedade brasileira constituiu o dualismo grafite/ pichação em sua Formação Discursiva. Serviram-nos de suporte teórico conceitos chave da Análise de Discurso (AD), como ideologia, sujeito, história e memória discursiva sempre em diálogo com a Linguística Aplicada (LA), em especial os estudos acerca do letramento, bem como a análise comparativa do par ocupação/ invasão. O cotejo da tag com os conceitos mencionados, ocorrido em concomitância com a pesquisa de campo (entrevistas e coleta de material textual do grafite capixaba), nos permitiu perceber como uma análise discursiva contrasta com o senso comum em torno do dualismo grafite/ pichação o qual materializa, no plano enunciativo, um conflito existente no plano ideológico. Na medida em que formulamos análises de um ponto de vista histórico e discursivo sobre o assunto, expusemos a perspectiva de movimentos sociais que praticam o grafite-tagging discordando da oposição entre esses dois termos. Palavras-chave: Grafite, Pichação, Tag, Discurso, Ideologia, História.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3789
Aparece nas coleções:PPGEL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_8929_DISSERTAÇÃO DE MARCOS ANTÔNIO CRUZ DE ARAUJO20160318-82841.pdf8.96 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.