Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3828
Título: Filogenia e reclassificação de Trachepyris (Hymenoptera, Bethylidae)
Autor(es): STEIN, P. R. W.
Orientador: AZEVEDO, C. O.
Data do documento: 21-Fev-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: STEIN, P. R. W., Filogenia e reclassificação de Trachepyris (Hymenoptera, Bethylidae)
Resumo: Trachepyris não possui sinapomorfias estabelecidas, fato que acarreta equívocos na identificação de suas espécies, sendo confundidas com espécies de Epyris e Chlorepyris. Este estudo objetivou verificar a monofilia de Trachepyris e, através de sinapomorfias, delimitar suas relações cladísticas. A filogenia foi baseada em 233 caracteres morfoestruturais de 35 táxons terminais, tendo 31 destes como grupo interno e quatro como grupo externo. Análises de parcimônia sob pesagens iguais e pesagem implicada foram realizadas. Os resultados evidenciaram Trachepyris como grupo monofilético incluído em um clado composto por espécies de Chlorepyris e Epyris, o conceito de Trachepyris foi ampliado para essas espécies, baseando-se em 18 sinapomorfias. Chlorepyris, senso proposto neste estudo, passa a constituir um grupo monofilético. Epyris foi recuperado como um agrupamento polifilético. As seguintes mudanças nomenclaturais serão propostas: os táxons de Chlorepyris componentes dos grupos de espécies anxius e platycephalus, bem como a espécie E. levissimus serão transferidas para Trachepyris; R. guigliae e R. abacinus serão transferidos para Disepyris; R. aethiops será transferido para Epyris.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/3828
Aparece nas coleções:PPGBAN - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_4595_Paulo Rubens.pdf11.39 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.